CCResenhas Dana Martins

[Resenha] Gone, de Michael Grant

10.7.13Dana Martins

por Dana Martins
- Livro: "Gone – O Mundo Termina Aqui"
- Série: Gone
- Livro 1
- Próximo: Fome
- Autora: Michael Grant
- Editora: Galera Record
- No skoob









Mini-crítica - Resumo: 
De repente todos com mais de 14 anos desaparecem. Enquanto os que ficaram não fazem ideia do que aconteceu, descobrem que estão presos na cidade e que coisas estranhas estão acontecendo. Sam e um grupo de amigos vão ter que se virar em um ambiente pós-apocalíptico dominado por crianças e adolescentes largados aos próprios instintos.

Gone é o tipo de livro com protagonistas jovens que ao mesmo tempo não é restrito ao público-alvo jovem, porque busca desenvolver até de maneira cruel todas as consequências do "apocalipse" e traz diversos personagens que explora muito bem. Eu não indicaria como o melhor livro do mundo, mas com certeza é dessas leituras que te faz virar páginas loucamente tentando entender o mundo. 

Quer saber mais? Clique abaixo para conferir a resenha completa!

Sinopse
“Em um piscar de olhos, todos com mais de 14 anos desaparecem. Restam adolescentes. Pré-adolescentes. Crianças. Nenhum adulto. Nenhum professor, policial, médico ou responsável. Linhas de telefone, redes de televisão e a internet param de funcionar. Não há como pedir ajuda. A fome é intimidante e a violência começa. Os animais parecem estar se transformando, e uma criatura sinistra está à espreita. Os próprios adolescentes estão ficando diferentes, desenvolvendo novos talentos: poderes inimagináveis, perigosos e mortais, que crescem dia após dia. É um mundo novo e assustador. É preciso escolher um lado — e a guerra é inevitável.”

E aí, como é que foi ler?
Quando eu comecei a ler esse livro não sabia sobre o que era. Pra vocês terem ideia, eu achava que esse era Maze Runner. Não sei de onde eu tiro essas coisas e faço essas comparações. De qualquer forma, minha amiga me emprestou e aqui estou eu.

O livro é bem o que a sinopse mostra: todos com mais de 14 desaparecem, ninguém entende o porquê ou sabe o que irá acontecer. Mas ao mesmo tempo que você tem uma história só com personagens novos e até uma abordagem mais jovem, o autor não poupou os leitores da realidade cruel desse mundo. Imagine só: do nada, puff, todos adultos sumiram. E as criancinhas? Os bebês? E aquela pessoa que estava num carro com um adulto dirigindo? Pois é.

O livro tem a mistura dessa realidade crua que pesa sobre as crianças e faz com que elas amadureçam antes do tempo, tem um romance muito bonitinho (no estilo filme protagonizado por criança, tipo Super 8), cria uma disputa entre grupos e ainda é cercado por um monte de mistérios (universo alternativo? Alienígenas? Radioatividade? Deus?!). A leitura acaba prendendo bastante e, por mais que o livro seja grande, você não consegue largar tentando entender o que vai acontecer com os personagens.

Gone não é nenhum Percy Jackson ou Jogos Vorazes, mas é uma leitura que dificilmente irá desapontar. Acho que só seria melhor se resolvesse tudo de uma vez. Infelizmente, a série tem 6 livros e nem todos foram lançados no Brasil ainda (Só Gone, Fome e Mentiras). Por outro lado, eu achei Gone tão longo e denso que ao terminar eu nem senti aquela necessidade imediata do próximo, tava até feliz pela leitura e me sentindo livre.

Acho que não há muito motivo para falar mais, o livro é uma espécie de Sidney Sheldon para jovens com um tom nerd. Se estiver perdido procurando o que ler, querendo algo para as férias (e graças a Deus elas estão chegando!), Gone é com certeza uma boa escolha.

Sobre a nota: Acho que 4 é o bastante. É um bom livro, que para a própria proposta não peca em nada. Só não leva 5 por não ser AQUELE livro que todo mundo deveria ler. 

Classificação: 

(4/5 conversinhas)

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *