CCCriativo CCIndicação

"Wreck This Journal": criar é destruir

9.5.13Paulo V.


OLÁ, PESSOAL!

Primeiramente, devo dizer que eu não morri (ainda). Acontece que minhas aulas voltaram no mês passado e eu acabei não sabendo como administrar meu tempo corretamente para conseguir me dedicar ao blog. Acredito que agora eu conseguirei me programar direitinho e aparecer mais por aqui, mas não prometo nada porque há a possibilidade de isso não ser cumprido.

Enfim, hoje eu venho aqui para apresentar o “Wreck This Journal”, um livro muito bacana para você passar o tempo de forma criativa. Já que a gente tem falado tanto de escrita por aqui, ele pode ser uma dica para o pessoal que quer estimular a criatividade.

[Atualização - 30/11: Recentemente, a Editora Intrínseca lançou a versão em português, "Destrua Este Diário", imagem]



“Wreck This Jounal” é um livro que vem me “perseguindo” há um tempinho, mas eu só fui dar atenção agora. Já tinha ouvido falar nele, mas nunca pesquisei sobre, até que o Mateus, do  Our Vices, postou uma foto do livro no Twitter e eu fui procurar mais sobre ele. A ideia do livro me pareceu muito boa e surgiu uma grande vontade de comprar, mas acabei deixando de lado. Quando as minhas aulas voltaram no mês passado, uma amiga veio falando “Olha só como esse livro que eu comprei é legal!”. O livro em questão era “Wreck This Journal” e resolvi encarar isso como um sinal do universo. Poucos dias depois, comprei o livro e, obviamente, foi uma compra mais do que válida, porque ele é genial.

A intenção dele já é legal: um diário para você destruir. A edição é muito bonita, o papel é de qualidade e a capa é bacana, mas nada disso vai continuar assim no fim. A Keri Smith apresenta as mais criativas (e devo dizer também “loucas” e “destrutivas”) missões para você fazer com o Journal e garanto que ele não vai ser o mesmo quando chegar ao fim.

O Journal funciona da seguinte forma: você deve carregá-lo para onde for, seguir as instruções (abertas para interpretação) de cada página e experimentar. Há coisas meio loucas, como levar o livro para o banho e congelar a página, mas não importa: você tem que fazer tudo, independente do nível de estranheza. Como diz o aviso que está logo nas primeiras páginas: “You may be asked to do things you question. You may grieve for the perfect state that you found the book in. You may begin to see creative destruction everywhere. You may begin to live more recklessly.”*
*Em tradução livre, “Você pode ser solicitado a fazer coisas que você questiona. Você pode lamentar pelo estado perfeito em que você encontrou o livro. Você pode começar a ver destruição criativa em todos os lugares. Você pode começar a viver de forma mais imprudente.”

Eu ainda não comecei a fazer o meu, porque eu não tinha canetas e lápis para colorir em casa (...pois é) e, mesmo que as instruções do livro digam que a ordem não é importante, eu gosto de pensar que sim e irei fazer tudo ordenadamente. Mas já comprei o material para colorir e mal posso esperar para começar, sei que vou me divertir bastante e acho que todos deveriam fazer o mesmo. No fim desse post, vocês encontram fotos de algumas das “missões” e também o resultado do trabalho de algumas pessoas que eu achei pela tag “Wreck This Journal” no Tumblr.

>>>Como comprar?

O livro não foi lançado no Brasil e, até onde eu sei, não isso não irá acontecer tão cedo, então a opção que temos é comprar a edição em inglês. Eu comprei o meu na Saraiva, por R$ 35,20. É um valor um pouquinho maior do encontrado lá fora, mas eu queria ter o meu logo e preferi comprar aqui mesmo. Nos sites estrangeiros, você acha no Amazon por $9,61 e no Book Depository por $14,25 (ambos são confiáveis e o Book Depository tem o bônus de ter frete gratuito).

Na Livraria Cultura, o livro está custando um pouco mais, R$41,60. Lá também tem o “Wreck This Box”, que contém o “Wreck This Journal” e outros dois livros da Keri Smith, “This Is Not a Book” e “Mess”. O preço, porém, é um pouco salgado, R$116. Talvez valha mais a pena compra-lo no Amazon, por $30.

Um aviso pertinente é que há quatro capas diferentes do livro, a que lembra um saco de papel (que é a que eu coloquei o link das lojas), a vermelha, a preta e a que imita fita adesiva, mas o conteúdo delas é o mesmo.

[Atualização - 30/11: Recentemente, a Editora Intrínseca lançou a versão em português, "Destrua Este Diário". Você pode comprar nos seguintes sites: Livraria da TravessaLivraria Cultura ou encontre os melhores preços]

>>>Outros livros da Keri Smith

A autora e ilustradora Keri Smith parece gostar bastante de coisas relacionadas ao estímulo da criatividade , tanto que tem outros livros que seguem o estilo do “Wreck This Journal”. Eu estou bastante interessado neles, principalmente o “Finish This Book”, mas você pode ver todos no site dela.























 

- paulo v. santana

TAGS: , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. A Intrínseca lançou a versão em português, comprei a minha no Ponto frio.com por 17,94 e frete grátis.

    ResponderExcluir
  2. A Intrínseca lançou a versão em português, comprei a minha no Ponto frio.com por 17,94 e frete grátis.

    ResponderExcluir
  3. A Intrínseca lançou a versão em português, comprei a minha no Ponto frio.com por 17,94 e frete grátis.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *