45 conversinhas Ana Luíza Albacete

[Resenha] Oz, Mágico e Poderoso

2.4.13Ana Luíza Albacete

por Ana Luíza Albacete

- "Oz: Mágico e Poderoso" (2013)
- Oz: The Great and Powerful
- Direção: Sam Raimi
- Roteiro: Michell Kapner, David Lindsay-Abair.
- Atores: James Franco, Mila Kunis, Rachel Weisz, Michelle Williams, Zack Braff, Bill Cobbs, Joey King...
-  Aventura - Livre - 126 min. - Trailer
- Nos cinemas desde 08 de março de 2013










Mini-crítica - Resumo:

"Oz, mágico e poderoso" é um ótimo filme e aparentemente eu fui a única que gostou. O filme conta a história de Oscar (James Franco) um ilusionista que trabalha num circo que parou para se apresentar no Kansas, mas depois de arrumar confusão, acaba subindo em um balão e indo parar no meio de um furacão (juro que não era pra rimar). Só que o furacão aparentemente é uma porta para o mundo de Oz, cheio de cor, magia e efeitos especiais. Tem bruxa, Dorothy, mensagem de fundo e varinhas - sem falar no dinheiro. É o tipo de filme que eu indicaria ver em 3D, e posso dizer que vale cada centavo pago a mais para ter esse efeito.

Quer saber mais? Clique abaixo para conferir a resenha completa.


Como já vimos, Oscar tem "probleminhas" no seu trabalho no circo e acaba fugindo em um balão. Dá adeus ao estresse temporário do Kansas e entra com tudo em um furacão capaz de matar qualquer um. Só que ele não morre, ele só muda de "mundo".

Assim Oscar aterriza em Oz, conhece Theodora (Mila Kunis), a Bruxa Boa do Oeste. E Theodora, ao descobrir que Oscar (mais conhecido como Oz) é um "mágico", começa a acreditar na profecia da salvação: uma profecia que dizia que o mundo de Oz iria ser salvo da Bruxa Má por um Mágico vindo do céu.

Ao descobrir que seria rico, Oscar entende (ou melhor, aceita de muito bom grado) que ele é o tal mágico salvador e assim, conhece Evadora (Rachel Weisz,) a Bruxa Boa do Leste. É ela quem conta a Oscar que para a profecia acontecer realmente ele deveria matar a Bruxa Má, mais conhecida como Glinda (Michelle Williams). Daí em diante é que começa a aventura de Oscar.

Pra mim, o filme explicou muita coisa, em "O Mágico de Oz" quando Dorothy vai pedir ajuda para O Mágico, podemos ver que ele é um belo de um charlatão, mas a pergunta que sempre ficou é: "Por que ele é um charlatão?".

A forma como uma das Bruxas Boas se mostra, suas ações e as consequências de seus atos, também é bem válido. Apesar de que, alguns fãs da peça "Wicked" (que conta a história dessa bruxa) terem achado que o filme foi completamente diferente da peça. Mas nunca foi dito que "Oz, Mágico e Poderoso" iria ser baseado na peça, enfim...

Sam Raimi, que os últimos dois filmes foram de terror ("Arraste-me para o Inferno" e "Possessão"), acaba dando um tom diferente a esse longa, o que deveria ter muita fantasia acaba tendo um lado meio sombrio e dando alguns sustos no espectador (principalmente em 3d!). 

Por incrível que pareça James Franco convence muito bem como Oscar. Palmas para Rachel Weisz e Mila Kunis que apesar de terem rostinhos bonitos, mostram que podem ir além disso. Apesar da personagem, Mila Kunis conseguiu dar um tom maravilhoso à Bruxa que representa, principalmente porque ela tem um papel importante na trama. Acho até que deram certo destaque à personagem. O mesmo para Michelle Williams, que está muito bem como a Glinda.



Uma coisa que me chamou bastante atenção também foi o fato de mostrar o Leão, o Espantalho e o Homem de Lata, os amiguinhos de Dorothy. E claro, me emocionei bastante quando vi que a cidade das esmeraldas é exatamente a mesma d'"O Mágico de Oz" e a estrada de tijolinhos amarelos também.

Obviamente, em filmes assim, sempre dão mais atenção aos efeitos especiais e à fotografia. Um filme tão colorido e cheio de contrastes fantásticos. A abertura de uma forma completamente diferente, como se fosse filme antigo e o início em preto e branco chamam bastante a atenção, mas quando a tela abre e começa todo o colorido, chega a doer os olhos de tão lindo e bem feito que é.

Sobre a nota:  Acho que, na verdade, não deveria ter começado em preto e branco e sim em sépia, talvez as pessoas poderiam relacionar melhor isso. Acho que também poderia ter aprofundado melhor nos personagens das bruxas, principalmente a da Evadora. Ah, e eu senti falta de músicas.

Classificação:
(4,5/5 conversinhas)

TAGS: , , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *