autores famosos CCLivros

[Clube de Escrita] Será que eu preciso de um tema antes de começar um novo projeto?

24.3.13Conversa Cult


Quase faleci esses dias quando descobri que eu ainda não tinha publicado o post extra em resposta ao Igor Snow! Eu tenho esse post escrito desde novembro aqui!!! Ele comentou no nosso Clube de Escrita sobre Bloqueio Criativo e disse que sempre tem dúvida na hora de começar (o que é preciso?), então eu decidi que isso dava um post. Aqui eu falo um pouco sobre a hora de ter a ideia para um novo projeto, a origem de alguns livros famosos e por onde começar e/ou se precisar já ter um tema central pronto

Parte do comentário onde o Igor faz a pergunta:
Além de todas as dicas até agora terem sido ótimas, tenho uma dúvida que me perturba sempre quando penso num novo projeto: será que eu preciso ter uma ideia por trás dele? 
Tipo, a Dana citou o exemplo do casal. Eu precisaria ter em mente o tema central da história (vai falar sobre reaprender a amar, ou sobre a fragilidade das pessoas, ou sobre a mentira dentro dos relacionamentos, etc...) ou isso vai se desenvolvendo com o decorrer da escrita?

A primeira resposta sem pensar duas vezes é: não. Você não precisa ter uma ideia por trás. Agora a segunda resposta: depende. Às vezes a ideia vai se desenvolver com o decorrer, às vezes ela já vem pronta.

Você tem ideia sobre o que quer falar e enquanto você fala vai descobrindo coisas novas. É tipo sair pra visitar um parque de diversões. Você sabe o que quer fazer lá, mas quando chega vai descobrindo várias novidades e vai criando várias alterações no plano original. Algumas podem ser drásticas outras mais simples. Tipo uma história de terror virar um romance, ou você descobrir que aquela história sobre reaprender a amar é mais uma crítica à sociedade moderna e blablabla.

Às vezes você não sabe o que quer dizer com aquilo, até dizer...

Você pode começar um projeto de qualquer ponto. 

Eu (Dana), normalmente passo por uma fase (constante) de reunir ideias. Situações que eu gostaria de tratar, personagens que eu gostaria de desenvolver, estilos de época... Às vezes até pensando em algo que eu gostaria de ler e não encontro (é quase o clichê da escrita, né). E com o tempo essas ideias vão se juntando e ganhando forma. 

Eu comecei a colocar no papel uma no NaNo Camp de 2012, depois decidi dar uma pausa para fazer uma mais rápida no NaNoWriMo de 2012, de lá pra cá já fiz várias modificações "mentais" e a história só vai crescendo. Eu ainda não tenho um tema central da história, mas tenho vários personagens, o mundo e situações que eles vão viver. Acho que vou descobrir sobre o que é a história deles quando escrever.



Como eu demorei a responder, eu tenho uma versão desse post que eu escrevi em novembro. Olha o trecho abaixo:
O que eu to querendo dizer é que eu tenho ideia do contexto. Digamos que um futuro, pós-apocalíptico, dois amigos e um deles guarda um grande segredo... E por algum motivo essa ideia de história me chamou atenção. Com o tempo, eu vou reunindo ideias sobre esse futuro, sobre esses personagens e talvez até sobre o grande segredo.

Por acaso, eu já escrevi essa história! Me surpreendi ao ver isso escrito, porque só em janeiro eu tive a "ideia" exata de como tratar, não sabia que eu já estava com ela em mente desde novembro. Quando eu comecei a escrever, meu objetivo era como tema central "o que torna alguém humano?" Mas como o ponto vista da história era da personagem X e a trama dependia disso (tinha que ser o POV dela!), eu não pude desenvolver esse lado diretamente. Se eu fosse reescrever de outro POV, beleza, mas a história dela era outra. Então o tema virou meio que "quando o mundo acaba, o que você procura?" (e esse tema eu descobri depois de pronto.)

HQ Fame da Suzanne Collins, sobre parte da influência em Jogos Vorazes. Saiba de onde ela tirou a ideia para o livro, clique aqui.

Em livros como Garotas de Vidro, aposto que desde o início a ideia da autora foi tratar a anorexia.

Crepúsculo a autora teve um sonho, gostou dos personagens e quis conhecer a história deles, então escreveu. 

Jogos Vorazes a Suzanne Collins diz que teve a ideia enquanto mudava de canal a TV, passando de uma reportagem sobre a guerra para um reality show. Isso foi o que fez ela começar a criar o mundo, depois ela foi inserindo várias ideias que ela gosta de desenvolver (principalmente a forma como a guerra afeta uma pessoa, há também a manipulação da mídia). 

Apocalipse Z um cara decidiu abrir um blog para criar relatos como se o mundo estivesse sendo tomado por zumbis, mas no terceiro livro ele já desenvolve sobre religião, ditadura, racismo. 

Sangue Quente surgiu com um conto que depois o autor decidiu desenvolver e trabalhar o lado metafórico dos zumbis. 

Pretty Little Liars foca em 4 personagens, cada uma com os próprios problemas (Emily é gay, Hanna vomita depois de comer, Spencer é perfeccionista...), mas não acredito que esse tenha sido o ponto de partida da autora, ela deve ter decidido criar um mistério/suspense adolescente e só na hora de construir as personagens essas ideias devem ter surgido. 


Acredito que escritores escrevem porque gostam, porque querem conhecer certa história ou desenvolver certo tema. Pelo menos eu faço assim. Então não preciso já ter tudo pronto de cara, é só ir atrás do que te inspirou. Seja um tema central, um personagem ou uma situação.

Então, Igor, se você teve a ideia X que quer escrever e ficou preocupado que não tem alguma grande ideia por trás, não tem problema. Acredito que conforme for escrevendo você vai conhecer a sua história e descobrir o que ela tem a dizer. É um trabalho de agregar valores, você começa com uma ideia, junta com outra, com outra, com outra...

-------------------------------------

Bem, por hoje é só! O Clube de Escrita está de volta firme e forte. Se você vai participar do NaNo Camp, gosta do Clube de Escrita ou escreve por aí, fique de olho porque a qualquer momento teremos um novo canal de discussão. 

Mil desculpas pela demora, Igor. Espero que você tenha gostado. (:

-dana martins

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Comecei a acompanhar agora o blog, mas já me apaixonei. Quero participar do NaNo em abril e essas dicas são perfeitas. Mas eu sempre encontro um problema na hora de escrever: com essa vida corrida eu desenvolvo uma história que pra mim será incrivel, mas depois de um tempo perco o interesse em escrever =/ É meio chato, mas to trabalhando nisso. To com uma ideia bacana e quero coloca-la em pratica, e termina-la, no meu primeiro NaNo =D

    ResponderExcluir
  2. Ahhh, que alívio! Acho que não sou a única que cria só personagens sem nem saber a história deles. rs. Um ótimo incentivo já que eu estava com medo de começar a escrever sem "rumo" definido... O que acho mais engraçado é que criei essa personagem tipo assim TOTALMENTE do nada! '-' Acho que no site do NaNo tem um trem pra você ver quantas palavras em escreve em x minutos, né? Um negócio assim. Ai fui ver e foi do nada que ela surgiu e hoje fica me cutucando pra voltar a desenvolver, descobrir mais coisas sobre o que vai acontecer, rs. Acho tão lindo essas coisas, uhauhauah. O legal de escrever é isso... Você sempre se surpreende. Ou por que nem sabia que conseguiria pensar naquela ideia linda ou por que achou que tava tudo "ok" e o trem não foi. Haha. Sempre contraditório. E acho que eu tô saindo do foco do post, rs.
    Acho que planejar ou não vai de cada pessoa. Conheço alguém que planeja (quase) tudo e só depois escreve. Eu já prefiro ver no que vai dar, hehe.
    Gostei muito do post! Beijo. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso! É aquilo: não é preciso ter tudo planejado, mas você também pode planejar... Eu faço os dois ao mesmo tempo. E tem tantos aspectos pra desenvolver que às vezes você planeja uma e ganha outra...

      Eu to com várias dessas histórias vivendo na minha cabeça e tipo "EI, ME TIRA DAQUI, QUANDO VOCÊ VAI COMEÇAR A ESCREVER?"

      Excluir
  3. Eu preciso parar com a mania de misturar histórias ao mesmo tempo HAHAHAHHA Lembro que no ano passado eu trabalhava no meu projeto e no NaNo. Era tempo revezado para os dois, nunca sofri tanta tendinite em toda minha vida HAUHAUHAHAUAHUAHUAHUAUHAUH. Mas é bem isso que vc descreveu no post, Dana. Meu plot existia, mas eu precisava dos personagens e eles foram criando forma. Depois da primeira revisão eles se tornaram melhores e espero que continue assim >< Hhaahahahahaha

    Beijos! :D

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM