bom ou ruim CCdiscussão

Discussão: "Gosto é gosto" é o caral*@#!

21.2.13Conversa Cult


Hoje eu vou falar sobre a fuga universal de uma discussão: "gosto é gosto." Não sei quem inventou isso, porque não passa de uma grande desculpa para terminar uma conversa onde os dois lados poderiam aprender mais. Considerando que o CC é uma conversa, acredito que seria proveitoso saber como fazer uma conversa render.

Mentira. Talvez eu só queira mostrar a minha opinião onde nenhum cabeça dura vai dizer "opinião é opinião" (mesma coisa na versão pseudocult). 


Meu nome é Dana e esse é o meu lado da história. -n

Eu não sabia muito como mostrar isso aqui até que hoje de manhã aconteceu algo curioso. 
Versão em terceira pessoa:Duas amigas andando no shopping, passa um velhinho carregando uma mala de rodinha. Quando a mala passa por umas bolinhas da metal no chão faz um barulho (traraaa).
Versão em primeira pessoa (eu):Eu estou andando pelo shopping com a minha amiga, vejo uma mala de rodinha preta que está sendo puxado por alguém. Ela passa pelas bolinhas de metal no chão e faz um barulho.
Versão em primeira pessoa (minha amiga):Eu estou andando pelo shopping, vejo um velhinho passar e do nada escuto um barulho alto: traraaa.

E não termina aí! Depois disso minha amiga virou para mim, os olhos arregalados naquela expressão de "não acredito!" Levei um tempo para entender que ela achou que o cara tinha peidado. Pior que o som parecia mesmo.

Moral da história: mesmo fato, vemos de formas diferentes e interpretamos diferente. Juro que eu nem tinha percebido que era um velhinho! Eu realmente não vi o homem. Enquanto ela nem viu a mala. 

Agora fazendo um paralelo com filmes, livros (...). Quando nós assistimos algo temos a nossa interpretação particular, que inclusive vai influenciar se gostamos ou não. Além disso, vários outros motivos interferem na nossa percepção. Já sabia sobre a história antes? Está sozinho ou com amigos? E por aí vai. 

Sabe, aqui eu não estou reclamando da percepção particular, o ponto que eu quero chegar é que ela não pode influenciar na hora de ver se algo é bom ou ruim. Por que? Você pode jogar pela janela de bobeira muita coisa boa na vida.


Já fiz aqui um post que eu comparei Looper e O Vingador do Futuro. Qual eu gostei mais de assistir? O segundo. Qual é melhor? O primeiro. O Vingador é um clichê de ação que não desenvolve bem a história, ainda assim tem um ritmo melhor. Looper é mais parado e pode confundir, mas tem um mundo bem criado e é uma mistura de homenagem/síntese de histórias a viagem no tempo. 

Resident Evil (filmes) é outro grande exemplo. Pura ação, não existe continuidade, muita luta falsa, mistura os elementos do jogo de qualquer jeito e às vezes cai no clichê. Mas eu adoro assistir. Arrisco a dizer que são alguns dos meus filmes preferidos. 

Sabe, quando alguém diz "gosto é gosto" eu concordo, mas em 90% das vezes que alguém usa isso pra encerrar assunto, não tenta nem enxergar o outro lado e ainda confunde "gostar" com "ser bom".


Imagina que na situação do cara com a mala você é ele. Minha amiga ia pensar eternamente que você anda peidando pelo shopping se eu não mostro o meu ponto de vista. E ainda vou além: vai que ela ia gostar de você, mas por causa de uma impressão errada fica com a imagem negativa? Meia conversa serviu para ela aproveitar o que antes ia deixar passar.

Quando alguém diz "o que eu acho é X e gosto é gosto" não está sendo "bem resolvido". Está sendo ignorante.

Antes que termine com um "cada um acha o que quiser".

Talvez eu esteja errada. Que se dane os outros e o que importa é dar minha opinião. Estou feliz assim, pra que quero saber do resto? Pra que eu vou entender que a opinião de outra pessoa está tão certa quanto o que eu acho? 

Usar o cérebro pra que, né gente? Cada um no seu mundinho, porque realmente existe um para cada. 

Juro que isso aqui não é distopia nem foi patrocinado pelo Grande Irmão, mas: o melhor filme de todos é muito ruim. O pior livro de todos é muito bom. 


TAGS: , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. As pessoas deveriam parar pra pensar e tentar ver o lado positivo de tudo. Sim, quando você acha um filme ruim, ruim mesmo, nunca tente dizer que ele é "ruim", ou se você for muito sincero, diga que é "ruim". Mas se outra pessoa assistiu e disse que é "muito bom", nunca diga que é sua "opinião", pois se fosse assim, qualquer um daria sua opinião, qualquer um poderia dizer que não gosta de tal pessoa por simplesmente não gostar, e por ai vai.
    O negócio é que os pensamentos podem divergir, mas pra se ter uma opinião, tem que ter argumentos convincentes. Se você não consegue sustentar sua opinião, não é válida, já que você simplesmente diz uma coisa, e você mesmo não sabe se você está certo no que disse.
    Acho que "gosto é gosto", mas "gosto é gosto" quando você sabe o que é "gostar". E acredito que gostar é argumentar sobre suas opiniões. Achei o filme ruim pois ele peca na atuação dos atores. Um argumento. Mas se a pessoa dizer apenas que é ruim, e se você contradiz ela, ela já diz "gosto é gosto", acho que isso passa de ignorância.
    Todos devem pensar muito sobre isso. Não é ser crítico, mas saber ver o lado de tudo. Muita gente cria uma opinião simplesmente através de primeiras impressões. Um erro.

    ResponderExcluir
  2. Acho que dizer que 'gosto é gosto' muitas vezes significa que alguém está querendo encerrar o assunto, mas nem sempre é isso. Essa frase não saiu do nada, realmente cada pessoa possui um gosto diferente, o que não significa que não possa ouvir a opinião do outro e que o outro não possa dar sua opinião. Todos nós devemos opinar, é assim que se constrói debates, mas num debate nem todos precisam gostar do mesmo filme, achá-lo bom, ruim, mais ou menos. O que mexe com você, pode não mexer com outra pessoa e por ai vai, se não todos nós seríamos iguais! Por isso gosto é gosto, porque cada um possui o seu. Algumas pessoas possuem o mesmo gosto e em geral possuem uma boa conexão, uma boa conversa, enquanto outras são bem diferentes, mas nem por isso deixam de possuir uma amizade. Eu, por exemplo, gostava de resident evil até o 4 se não me engano, o 5 é o último? Bom, não estou lembrada, só posso dizer que odiei o último filme, ficou extremamente exagerado, beirando ao ridículo! E ai você me diz: poxa, não penso assim! E eu te digo: tudo bem, você gostou então me diga os motivos...
    E se ainda assim, depois de debatermos eu continuar não gostando do filme eu vou estar errada porque mostrei minha opinião? Porque disse que o filme é ruim? Não! É o que eu penso.. errado está quem vai deixar de assistir porque eu disse que era ruim, esse que deixou de assistir não se deu a chance de criar sua própria opinião! Então podemos opinar sim, se acha bom, se acha ruim.. se os outros não acham, paciência! Só não podemos ser intolerantes! Não existe um livro considerado ruim por todos, sempre tem alguém que gosta, assim como os filmes.. porque uma pessoa pode não gostar do gênero drama, então um livro com drama não vai agradá-la, afinal não é o gosto dela... mas outra pessoa que adora drama, vai adorar o livro e por ai vai.. ou seja, 'gosto é gosto' porque cada um é um ser único, algumas pessoas possuem mais semelhanças que outras, mas ainda assim ninguém é igual, então sempre irão surgir opiniões distintas sobre o mesmo tema.

    ResponderExcluir
  3. Também acho essa coisa de "gosto é gosto" e "gosto não se discute" uma coisa muito nada a ver. Nem todo mundo é assim, mas quando eu gosto muito de alguma coisa adoro discutir com pessoas que tem uma opinião diferente. Isso acaba fazendo você refletir, opinar, argumentar... Enriquece seu repertório sobre o assunto, principalmente quando duas pessoas com opiniões diferentes sabem como justificar sua opinião de forma sensata. É claro que tem aqueles que são do tipo "gosto muito disso e não aceito que digam o contrário", mas, pra mim, ver diferentes lado de uma mesma coisa é o que constrói uma opinião de verdade.

    ResponderExcluir
  4. Gosto é Gosto é importante sim no que tange a preferencias religiosas,sexuais,filmes preferidos,time de futebol se torce pra algum time,comida preferida e etc,quando eu gosto de algo de verdade descarto todas as opiniões contrarias ao que gosto,o problema no que tange a ficar vendo todos os lados da moeda no que tange a seus gostos particulares é que vocẽ vira um camaleão ou chuchû da vida pois absorve tanto as opiniões alheias que no fim não tem suas proprias opinioẽs.
    Esses debates sobre gostos pessoais no fim não levam a nada,pois no fim ou vocẽ muda de opinião ou vai mudar a opinião do outro,é igual debate de politico na tv,quem convence mais ganha kk.
    O Gosto é Gosto não pode ser aplicado é na Ciencia,onde ideias e pontos de vista diferentes são realmente inportantes,onde tambem é inportante uma opinião comun a todos,assim se constitui postulados,teorias e etc,mas tratar a vida cotidiana como é tratada a Ciencia é um exagero,não é por que na ciencia o gosto é gosto não existe ,que na vida particular ele não tem que existir,essa generalização costuma acontecer muito.
    Todos os seres humanos são diferentes,até gemeos tem suas peculiaridades,e quando as pessoas falam gosto é gosto é sim para fechar um debate,estão certas pois seria um debate que não agregaria valores nenhum para ambas as partes.
    Gosto é gosto não pode ser aplicado em discussões cientificas,politicas e etc,mas quando fala do filme preferido ou sei lá o que o gosto é gosto tem que ser respeitado.

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *