CCSexta Guia de Quadrinhos

Guia de Quadrinhos: Vampire Knight

14.9.12Igraínne



Mais uma sexta-feira no ar e dessa vez o Guia dos Quadrinhos vai ser sobre um tipo de HQ completamente diferente do que a Dana apresentou na semana passada. Hoje nós vamos conhecer o pouco mais do mundo dos mangás!! Sim, aquelas historinhas escritas de trás para frente (embora não seja lida de baixo para cima, pelo menos não aqui no Brasil)... Mas chega de enrolação! Deixem-me apresentar a vocês o glorioso, estupendo, magnífico.... Vampire Knight!

Eu nem era muito fã de mangás, na verdade - vou confessar um segredo - eu tinha muito preconceito. Daí, um belo dia, uma amiga minha estava lendo esse mangá na sala de aula e eu fiquei encantada com a arte, tudo era tão detalhado... A capa do mangá era linda! E eu tenho aquela queda básica por capas que vocês já sabem. De qualquer forma, depois de muita insistência, resolvi dar uma chance. 

E me apaixonei, GENTCHE! Eu perdi muito tempo da minha vida tendo preconceito com mangá, principalmente porque a imagem que eu tinha antes era de que esse tipo de história tinha conotações... er... um tanto quanto tendenciosas demais, além de extremamente machistas. TUDO BABOSEIRA. Embora haja, é claro, esse tipo de mangá por aí,  ainda assim há mangás superdivertidos e que valem uma conferida.

Pois bem, mas sobre o que é Vampire Knight?  É uma história que se passa em uma instituição de ensino (Colégio Cross) que possui dois turnos de aulas: o da noite (o dos vampiros) e o do dia (humanos). Yuuki, a personagem principal, é a monitora do colégio juntamente com Zero, o garoto de cabelos brancos e piercings na orelha que você pode ver nas imagens acima. Os dois cuidam para que a ordem esteja sempre garantida, já que a proposta da instituição é promover a convivência pacífica entre as duas espécies. Os vampiros nem mesmo são autorizados a tomar sangue humano dentro dos limites da propriedade, eles na verdade se alimentam de pastilhas de sangue.

No entanto, apenas Yuuki e Zero (da turma do dia) sabem da existência dos vampiros, o que faz com que entendam, de certa forma, porque muitos dos humanos idolatram os estudantes da noite por serem tão bonitos e esbeltos. Aliás, até a própria Yuuki idolatra um deles, o claro líder, Kaname Kuran. Essa coisa toda de adorá-lo se deve principalmente porque Yuuki não tem lembrança alguma de antes dos 5 anos de idade, quando foi salva pelo próprio Kaname de um vampiro Classe E (ex-humano que não consegue se controlar e vive à merce dos próprios instintos). Ao ser salva, Yuuki foi levada à instituição, onde foi adotada por um amigo de sua família,  Kaien Kurosu, o diretor do colégio. Com isso, acaba herdando a visão idealista de que vampiros e humanos podem sim viver em paz.


Isso tudo é vastamente criticado por Zero, o melhor de amigo de Yuuki, que diz que nem todos os vampiros são bons e que Yuuki confia demais neles. Zero claramente é um garoto solitário e fechado, e embora conviva com Yuuki há bastante tempo, é evidente que não consegue superar o rancor que sente por qualquer vampiro. Seu passado e o de Yuuki são até mesmo bastante semelhantes, não fosse o fato de que não houve ninguém para salvar Zero quando um vampiro dizimou por completo sua família, deixando-o como único sobrevivente. Uma verdadeira infância manchada. E não! Nada disso é spoiler. 

Mundo dos Mangás
A parte mais legal de ler um mangá são os desenhos. O traço da Matsuri Hino (autora e ilustradora) é tão bonito que parece que a cada página temos uma nova obra de arte. As edições chegam a se superar. Os estudantes do dia com seus uniformes escuros e os estudantes da noite com seu imaculado branco, é como se a Hino quisesse construir algum tipo de ironia. Além disso, a autora sempre deixa ilustrações extras na contra capa., uma mais linda que a outra. Os próprios fanarts são um espetáculo à parte, e às vezes são tão incríveis que se assemelham aos desenhos originais, como a foto principal do post.

Mas, sem dar spoilers, o que posso dizer é que há muita ação, reviravolta e o claro triângulo amoroso que gira em torno de Yuuki, Zero e Kaname. Eu poderia até mesmo falar que muito mangá por aí tem uma história digna de livro (já li alguns da própria Matsuri que seriam incríveis), mas Vampire Knight ganha de todos. Em questão de enredo principalmente, porque quando você acha que não tem mais com o que se surpreender... Tcharan: descobre uma coisa que definitivamente não esperava.

Os mangás de Vampire Knight, diferentemente da maioria, não se torna  repetitivo e não é voltado unicamente para a aventura, ação ou coisa assim. Além do claro romance, tem política, questionamentos internos e até certa crítica social, se você souber analisar. 

Yuuki e seu Yin e Yang
Ao todo, até agora, já foram lançados 86 capítulos, divididos em cerca de 16 exemplares. Aqui no Brasil, parou no volume 13, capítulo 63. Quando comecei a ler, saía um exemplar a cada dois meses, sempre custando uma média de R$ 10,00 cada. Hoje em dia, por já ter quase alcançado a edição japonesa, eles lançam uns dois por ano. É praticamente um sofrimento, mas sempre da pra ler online, porque os capítulos são lançados separadamente, em geral são 5 por edição. 

Onde eu Compro?
Como eu disse, a Panini, responsável pelos lançamentos aqui do Brasil, está segurando os exemplares por conta da aproximação com o original. Embora haja essa demora, até mesmo lá fora está atrasado.  Isso ainda piorou porque o Japão sofreu uma crise com o tsunami de 2011, e mais alguns problemas consequentes ao evento, o que fez com que muita coisa saísse dos trilhos. 

O último volume lançado por aqui saiu em agosto, e se você não se importar com spoilers, pode correr até a banca mais próxima e ainda encontrá-lo por lá. Mas se você não quer pegar o bode andando, pode comprar os exemplares em pacote e a preço de custo nas Bienais do Livro país afora, eles sempre vendem todos os exemplares e alguns volumes - se você não correr - chegam a esgotar.

Não quer esperar a Bienal ou não tem Bienal do Livro perto da sua cidade? Leia online! É de graça e ainda por cima tem o mesmo efeito. Tem em português e inglês até o capítulo 85, aqui e  aqui.

Isso tudo fora as promoções que vira e mexe essas livrarias estão fazendo. Você pode comprar exemplares tranquilamente na Submarino e na Saraiva, por exemplo. Eles não disponibilizam toda hora, mas às vezes eu vejo alguns volumes por R$ 7,90.

E ainda tem os sebos, que às vezes vendem exemplares em ótimo estado também. Vale dar uma procurada, encontrei outros títulos da autora na Estante Virtual.

>>>Anime
Enfim! O sucesso de Vampire Knight foi tão grande que eles fizeram um anime! SIM! Essa é pra você que não sabe ao certo se quer ou não dar uma chance à história.

São duas temporadas, ambas muito bem adaptadas a partir dos mangás, e com aberturas belíssimas*. A primeira temporada vai até o episódio 13, onde há 'a grande descoberta número 1' (tem que dar número porque são tantas....). A segunda temporada, chamada Vampire Knight Guilty, também tem 13 episódios e pode ser contada como do 14 ao 26 (porque começa onde a anterior termina) ou como - novamente - do 1 ao 13. Nessa parte tem a 'grande descoberta número 2'.
*Não veja a entrada da segunda temporada sem antes ter visto a primeira temporada inteira, porque ela contém spoilers.  

Pra você que quer assistir e acha que não existe legendado, pode ver aqui. Tudo bonitinho, todos os episódios com legenda em português e até mesmo a segunda temporada.

Pra finalizar, deixo que vocês deem uma conferida básica na primeira abertura (com legendinha em inglês, embora a qualidade não esteja muito boa).

                         

Conhecia Vampire Knight? Comente! 

TAGS: , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

6 comentários

  1. Hey, Igra o/

    Eu adoro mangás. Sério. É, na minha opinião, o tipo de HQ mais bonito, bem feito e estiloso. Os desenhos, os extras, as seções especiais... é tudo incrível.
    Embora eu só tenha dois exemplares do mangá de Naruto (que por milagre surgiram na banca que existia na minha cidade), já li alguns títulos que peguei emprestado e gostei bastante da maioria.
    Já vi a capa de Vampire Knight em algum lugar (será que minha amiga tem alguns exemplares?), mas nunca parei pra examinar a história mais a fundo. Pelo que você disse, parece bem legal. Como já saíram mais de dez volumes, vou tentar ler online mesmo (ou ver o anime, se estiver com muita preguiça kdfgkfdg). Te digo o que achei assim que puder (:

    Adorei que o guia de quadrinhos tenha sido sobre mangás *.* eles realmente mereciam um espacinho aqui no blog.

    Bom... parabéns pelo post! Estou adorando esses especiais \o/ HAHA
    Abraços ♥

    ResponderExcluir
  2. Ahh, eu comecei a ver esse anime ontem, e estou amando!!!! A história é muito boa. Sempre gostei de mangá e anime, mas eu não assisto muitos, esse foi um achado e tanto. Agora preciso urgente do mangá. Adorei a dica.

    Beijokas

    ResponderExcluir
  3. Gosto de mangás, mas assim como aconteceu com minha leitura com quadrinhos, parei. Me lembro de já ter lido vários mangás de Star Wars, Naruto e etc... mas tipo, não tenho tanta vontade de ficar lendo mangás, e isso não quer dizer que não gosto, apenas também vejo os preços na Panini, pelo que vi, os mangás custam 10,00 reais, e fico na dúvida comprar, pois vai que eu não gosto. Mas Vampire Knight... seu post me convenceu a ler... gostei muito da história, e acho que posso aproveitar os links que você deixou pra dar uma olhada.

    Abraços, Joshua

    OBS: pra mim esse Guia de Quadrinhos poderia ser um quadro fixo - para sempre, rs - aqui no blog :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O problema é sempre o preço, né? E eles são vendidos separados. É tão mais fácil comprar livro que vem a história inteira de uma vez, ou só uns 3 que tá tudo certo. HAUHA De mangá eu só li Ouran (♥) e fazia exatamente o que a Igra falou: esperava pra comprar na bienal, que além de mais barato tem tudo. HUAHA Aliás, estou esperando a próxima bienal aqui no Rio pra isso. Vai ser a 3ª bienal que eu atualizo minha coleção de Ouran HUAHAUH

      E sobre o Guia de Quadrinhos: ele é fixo sim! Não com data marcada, mas ele é tipo o Para quem gosta de música, mas sobre quadrinhos no geral. Esse mês é só pra reforçar. Já temos vários em mente além desse mês (:

      Excluir
  4. Eu conheço faz tempo, mas nunca cheguei a ler. '-' Nem sabia direito sobre o que era. HAUHAUHAUH eu digo que tem gente preconceituosa por aí...............................

    e "Os mangás de Vampire Knight, diferentemente da maioria, não se torna repetitivo e não é voltado unicamente para a aventura, ação ou coisa assim."
    eu não acho que a maioria seja repetitiva e blablabla oO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu conheço muita coisa repetitiva por aí. MUITA.COISA.MESMO. Você acaba desgastando a história, ainda mais quando lança com grandes intervalos de tempo, porque aí a coisa da ansiedade pelo próximo volume meio que acaba parcialmente.
      Já vi mangá que narra -em 5 volumes ou mais - uma única luta, e isso cansa. '-'

      Mas pode parar de *preconceito* e ir lá ler Vampire Knight. <3

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *