adam levine CCMúsica

Iniciação: The Voice

8.3.12Dana Martins

Nesse post: Dinâmica, versões pelo mundo, melhores apresentações e curiosidades.


Aqui no ConversaCult estamos tão animados com a estreia de Jogos Vorazes que parece que só falamos disso. Bem, ainda vamos falar de reality show aqui, mas de um bem diferente. O segundo post de Iniciação (ou seja: tudo o que você precisa saber antes de assistir) está aqui para falar do The Voice. Como o próprio nome já expressa, é um reality show musical dedicado a buscar novos talentos para o mundo da música. Com um formato diferenciado e coaches (treinadores) famosos, eles têm conseguido alcançar esse objetivo*. É quase um "para quem gosta de música" versão reality show. Ah! E foi a Rebeca do Vibrasônico que fez para gente. Obrigada, Rebeca. :)
*a foto, aliás, é dos 4 coaches do The Voice americano. Quais as chances de irem parar na capa da Rolling Stone juntos se não fosse o sucesso do programa?

Antes de tudo, reserve um minuto para assistir a esse vídeo:


Se você gosta de música e de reality shows, com certeza já deve ter assistido alguma vez American Idol ou The X Factor. Provavelmente, assim como eu, já se sentiu muito frustrado ao ver algum participante bom ser rejeitado logo depois de outro participante, não tão bom assim, ser aprovado por ter carisma e uma boa aparência.

Outra coisa que acaba tirando a credibilidade desse tipo de programa é a quantidade de audições com pessoas que, mesmo sem ter talento musical, querem seus 15 minutinhos de fama. Não vou dizer que eu não dou boas risadas dessas figuras, mas já pararam para pensar quantas apresentações de cantores que passam para a segunda fase (e que, eventualmente, podem se tornar importantes na competição) deixam de ser exibidas?

Hoje eu vim aqui para dizer que você, caro irmão, não precisa mais sofrer: 
o The Voice promete solucionar boa parte dos seus problemas

Para começar, vou explicar um pouco a dinâmica do programa. Antes de tudo há a pré-seleção, em que os concorrentes (cantores, grupos, duplas... e de qualquer idade) são escolhidos para a primeira fase da competição, as Blind Auditions. Como o próprio nome sugere, durante as Blind Auditions os coaches (normalmente chamados de jurados em outros realities) ficam sentados em uma cadeira, de costas para o palco, e avaliam os cantores se baseando somente na voz deles. Caso o coach goste do que está ouvindo, deve apertar o botão que faz a cadeira girar para ter o competidor em sua equipe. Quando acontece de mais de um coach apertar o botão, quem escolhe em que equipe deseja estar é o próprio competidor (uma boa revira-volta, não acham?).

Essa maneira de selecionar os músicos durante a primeira etapa por si só já torna o The Voice especial e diferente dos outros realities (além de abrir espaço para muita gente boa que não é bonita ou não tem o chamado "visual comercial"). Ao final das Blind Auditions, os coaches têm uma equipe formada que, depois da segunda fase, deverá ter a metade de componentes. Para isso, durante a Battle Phase, os coaches colocam seus pupilos em pares para se enfrentar, cantando uma mesma música, e selecionam o que eles consideram ter performado melhor. Ainda nessa fase, os componentes restantes da equipe competem entre si novamente, mas dessa vez com voto do público também.

Na fase final do programa, os participantes competem como num reality normal: cantam uma música e são avaliados somente pelo público, até que o vencedor seja escolhido.

Além de ser bem mais justo que os outros programas do gênero, The Voice tem um ar competitivo bem maior. Duvido que, ao assistir, você não acabe escolhendo sua equipe preferida e torça que nem louco. Outro diferencial é que, no decorrer do programa, os concorrentes recebem conselhos e dicas de quem realmente vive o que eles estão buscando. Afinal, quem melhor para ser coach do que cantores que seguem uma rotina de shows, estúdio, entrevistas e tudo mais que a fama e o sucesso podem cobrar?

Versões do The Voice pelo mundo

O The Voice ficou famoso quando estreou nos Estados Unidos em abril de 2011 pela NBC. Sua primeira temporada teve índices tão grandes de audiência que a segunda foi confirmada com apenas 1 mês de exibição. O sucesso não foi uma surpresa tão grande para um programa que, além do formato diferenciado de competição, tem como coaches Adam Levine, Christina Aguilera, Cee Lo Green e Blake Shelton. Ainda mais se levarmos em conta que eles se apresentam juntos pelo menos duas vezes por temporada. Clique aqui para ver os coaches performando "Crazy".

Mas não pense que só as apresentações dos coaches fazem o sucesso da versão americana. Nakia, Beverlly McClellan, Jeff Jenkins, Xenia, Vicci Martinez e Javier Colon são apenas alguns exemplos de participantes que, durante a primeira temporada, empolgaram o público com suas performances. Os americanos gostaram tanto do programa e de seus participantes que a NBC acabou fazendo uma turnê pelo país inteiro com os cantores do The Voice (depois que o vencedor foi anunciado). Acho que talvez esse seja um dos pontos que mais reforcem a qualidade do programa: eles procuravam UM cantor, mas acabaram encontrando VÁRIOS e souberam aproveitá-los. Além dessa turnê, uns 3 finalistas (mais o vencedor) gravaram cd.

Falando nisso... 
Lembram da Dia Frampton da playlist de paz indicada aqui no ConversaCult? Pois então, ela foi "descoberta" no reality! E a verdade é que, entre os ex-participantes, ela é uma das mais bem sucedidas (e a minha preferida ;x). Seu álbum, Red, lançado em dezembro do ano passado, ficou em 1º lugar no Top Hotseekers Albums da Billboard (não por acaso). Red é ótimo para relaxar e poderia ser resumido em uma palavra: doçura (mas na medida certa). Nele você vai encontrar músicas que vão do country ao pop (vá sem preconceitos), mas que, mesmo assim, dão uma sensação de unidade ao álbum. Clique aqui para assistir "Don't Kick The Chair"  da Dia Frampton.


Se você chegou até aqui, já deve ter percebido que o programa faz bastante sucesso e é muito bom. Mas não pense que ele é uma exclusividade americana. O sucesso foi tão grande que a dose está sendo repetida em vários outros países (tem versão até em Isarel. IS - RA - EL, gente!). Porém, o mais esperado entre eles é o The Voice UK. 

A versão britânica tem data de estréia prevista para 24 de março. Por que a versão da terra da rainha merece atenção especial? Temos nada mais nada menos que J-J-J-Jessie J, Danny O'Donoghue (vocalista do The Script), Will.i.am e Tom Jones compondo o time de coaches. Sem contar que não é novidade que o Reino Unido é um lugar bem fértil musicalmente falando (alguém conhece Adele? Coldplay? Ed Sheeran?), então podemos esperar por cantores bem talentosos sendo descobertos. The Voice UK já tem vários vídeos e fotos promocionais circulando pela internet e a expectativa sobre ele é tão alta que Simon Cowell (American Idol, The X Factor) declarou que considera o programa um de seus maiores rivais na guerra por audiência. Quem será que vai ganhar essa disputa?


Aproveita que ainda faltam duas semanas para que a versão UK estreie e vá correndo ficar em dia com os episódios para comentar aqui com a gente! São 18, juntando as duas temporadas, até o momento. 

Curiosidades:
>>> Apesar de estourar mundialmente por causa da versão americana, o programa começou na Holanda (mesmo país onde inventaram o Big Brother).

>>> A Rede Globo já confirmou ter comprado os direitos de exibição para fazer a versão brasileira do reality. Há rumores de que as audições começaram em novembro do ano passado e de que a Sandy seja uma das coaches.

>>> Um dos maiores hits do ano passado é fruto da parceria entre dois coaches e foi apresentada pela primeira vez ao público no programa. Sim, eu estou falando de "Moves Like Jagger", single que foi primeiro lugar nas paradas de vários países.

>>> Se você já conhece, sugiro dar uma olhada no post do Fireworkers sobre as Blind Auditions.

TAGS: , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. Ai, que vontade de ver todos os realitys! Eu já assisti American Idol e X-Factor, que são ótimos. Pena que eu não tenho tempo pra ficar acompanhando. :/
    The Voice UK dia 24? Ai... acho que vou acompanhar! ASUHAHSUA

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
  2. Nunca gostei de American Idol nem X-factor, mas assistia a um reality show musical que tinha o Dave Navarro e o Tommy Lee como jurados (acho que era Rockstar o nome). Achei interessante a "blind audition".
    bjo

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM