2011 all time low

Shows Internacionais de 2011

31.12.11Dana Martins



Veja também a primeira parte com os principais festivais do ano (que receberam Coldplay, Katy Perry, Rihanna, Elton John, System of a Down, Simple Plan, Black Eyed Peas, The Strokes, Beady Eye, Jessie J...), os alternativos mostrando que também querem show e a associação marca-artista trazendo criatividade para o país.

A família inteira foi pra fila...
Durante esse ano também aconteceram grandes shows que agradaram à toda a família. As garotinhas finalmente viram o Justin Bieber cantar ao vivo (ou no playback mesmo, né?), em shows grandes (Rio de Janeiro 05/10, São Paulo 08/10, Porto Alegre 10/10), com direito até a abertura de mais um dia no Rio (06/10) e em São Paulo (08/10). No entanto, os shows extras não venderam tão bem assim, a ponto de, no estádio do Engenhão no Rio, chegar a acontecer uma promoção no estilo "pague um, leve dois". Os fãs um pouco mais velhos que em anos anteriores surtaram com o Jonas Brothers, puderam rever um dos irmãos, o Nick Jonas, em um show menor de seu cd solo Who I am. A outra cria da Disney, Miley Cyrus (vídeo), também apareceu pela primeira vez no Brasil, em maio, para shows de sua Gypsy Heart Tour em São Paulo e no Rio de Janeiro.



Como se isso já não parecesse bom o bastante para os fãs de pop, ainda vieram grandes nomes do gênero para o Brasil: Avril Lavigne, apesar de não ter mais a mesma fama de antes, retornou ao país com a turnê Black Star que passou por São Paulo (dias 27 e 28/07), Rio de Janeiro (31/07), Belo Horizonte (02/08) e Brasília (04/08). Já a Britney Spears (vídeo), que já ficou até careca com a fama, retornou ao país mostrando que ainda está em alta. Os fãs começaram acampamento um mês antes do show para ver a não-mais-menina do pop. Ela fez shows na Apoteose do Rio de Janeiro e na Anhembi Arena de São Paulo que lotaram. Calma, respira que ainda não acabou. Aqueles que estão mais carecas pela idade do que pela fama, como os integrantes do Back Street Boys, também retornaram ao país resgatando a nostalgia de todos aqueles que imitaram os seus passos dançantes ou encheram as paredes de posteres. Falando em nostalgia, aquelas três meninas (riscado) meninos que cantavam ainda existem e também vieram o país. O Hanson (vídeo) fez show em Porto Alegre e São Paulo, nos dias 04 e 06 de novembro (respectivamente), e, acreditem ou não, foi considerado um dos melhores shows de 2011 pelos leitores do site Terra


 Os papais (ou não tão papais assim) também puderam ver de perto seus ídolos. Os Beatles não poderiam estar mais presentes no Brasil do que nesse ano, com shows do Paul McCartney (vídeo) e do Ringo Starr. O primeiro, que todo mundo lembra que está vivo, fez 2 shows grandes no Rio de Janeiro, no estádio do Engenhão, em maio. Já o segundo, passou quase que escondido em novembro e fez shows em Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife com a sua All Starr Band, misturando sucessos dos Beatles e de sua carreira solo. Já parece bom o bastante para os pais esquecerem as horas que passaram na fila do Justin Bieber, mas ainda teve mais: Pearl Jam, U2 e Aerosmith também fizeram shows grandes no Brasil. Pearl Jam passou com sua turnê comemorativa de 20 anos de banda pelo Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, no mês de agosto; U2 (vídeo), a banda que mais faturou com shows em 2011, fez apresentação única no estádio do Morumbi, tendo como banda de abertura nada mais nada menos que Muse (inclusive o show de abertura ganhou um DVD feito pelos próprios fãs da banda. saiba mais aqui); Steven Tyler e cia também fizeram apresentação única em São Paulo, mas na arena Anhembi, no mês de outubro. Ainda para esse público das antigas (ou talvez nem tanto), passaram pelo Brasil Cyndi Lauper (vídeo), Iron Maiden e Ricky Martin (bem variado, não?). 
Eles "invadiram a sua praia"...
Ainda falando em variedade, outros três grandes nomes da música estilo "de boa na praia" vieram ao país. O Train, que recentemente fez todo mundo cantar "Soul Sister", veio ao Brasil para que no show todo mundo cantasse... "Soul Sister". Ben Harper também esteve por aqui, fazendo show em Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro. Talvez você pode até achar que não lembra dele, mas deve se lembrar de "Falling in Love Again" ou (talvez prefira não lembrar de) "Boa Sorte/Good Luck", fruto da parceria dele com Vanessa da Mata. E, para terminar, o rei desse estilo de música: Jack Johnson (vídeo). Não sei você que está lendo isso, mas nós nos surpreendemos a cada nome que é colocado aqui, conforme tomamos consciência da quantidade de gente muito famosa que veio. É, times like these...

E os fãs via internet foram atropelados.
E, para finalizar a "teoria" de que o Brasil é o lugar de shows, falaremos sobre as inúmeras bandas de rock (e variados) que vieram ao país. Para quem gosta de música desse estilo e vivia na internet nos últimos 5 anos, acontecia uma espécie de conformação. Essa foi a época de explosão do myspace, do purevolume e das comunidades do orkut. Quem gostava de música, podia encontrar as bandas internacionais de todo tipo (das garagens dos EUA, para um pop francês e um rock alemão, passando pela Inglaterra pra dar um oi. Isso sem falar das orientais...). Mas isso tudo era frustrante, porque também trazia uma certeza: "eu nunca vou ver essa banda ao vivo". Pense só, Blink 182, que é o Blink, fez sucesso até no Brasil e nunca veio aqui, imagine uma banda iniciante? Esse ano, tudo isso mudou. Os fãs foram atropelados (e levados à falência) pelo número de bandas que vieram. Falando sério, de todas as bandas que surgiram mais ou menos por 2005 pra cá e participaram da "onda myspace", a maioria esteve aqui (algumas mais de uma vez) e quem não esteve, está para vir, acabou ou está dando um tempo. 


 Em fevereiro desse ano, tivemos, pela segunda vez, uma turnê do Paramore (vídeo 1) (vídeo 2) (um dos símbolos desse grupo "myspace"). A banda não só fez shows grandes (em Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre), como também prometeu não demorar mais que 3 anos para voltar ao Brasil novamente, o que só aumenta a expectativa de uma nova turnê brasileira (que passe até por mais lugares) logo após o lançamento de seu próximo álbum. As próximas bandas, tiveram shows grandes ou pequenos dependendo da fama (normalmente menor no Rio e de surtar em São Paulo), mas não vale a pena entrar em detalhes porque seriam muitos. Eles são: All Time Low (já confirmado para maio de 2012!), que fez turnê com o Motion City Soundtrack; o Forever The Sickest Kids, que retornou para uma série de shows pequenos; o Yellowcard (que nem está em alta!) também voltou e sacudiu algumas casas de show pelo país; o Boys Like Girls veio pela primeira vez; Cash Cash junto com Stereo Skyline esteve em São Paulo no fim do mês passado; 3OH!3 com suas músicas dançantes e seu sucesso com a Katy Perry vieram para o Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo em abril; o Never Shout Never e o Hey Monday também dividiram o palco em alguns shows pelo país e, no final do ano, o The Maine (vídeo) passou para uma série de shows, confirmando também shows para o ano que vem (com direito a gravação de DVD). Para ter ideia, até o Cobra Starship (que chega a ser mais conhecido que o The Maine) veio aqui só para abrir o show do Justin Bieber (uma pena).


Outra banda que retornou (pela terceira vez) ao país foi o McFly (vídeo). Merece comentário a parte por um motivo: é da Inglaterra. Foi uma das primeiras bandas que não fez sucesso monstruoso nos EUA (na verdade, quase não faz sucesso lá) e conseguiu vir para o país. Desde a primeira vez que veio, já fez uma turnê por vários lugares do país (já foram até em Manaus) e, nesse ano, trocaram o Vivo Rio (4000 lugares) pelo HSBC Arena (capacidade para 15430 pessoas). E quem duvida que vai voltar?

Além das citadas, várias bandas dessa onda "myspace" de sucesso mais restrito (por irem mais pro rock do que pro pop) também estiveram por aqui. Avenged Sevenfold (vídeo), que é uma banda maior do que grande parte das citadas no penultimo parágrafo, veio para shows no Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre. Outra grande (que já esteve no país e até já gravou uma versão de um seus singles, "The Kill", com a Pitty), foi a 30 Seconds To Mars (vídeo), que fez shows no Rio e São Paulo com sua turnê This is War, diferente da vez anterior em que passou somente em SP. Outras de público mais restrito ainda também vieram, como Rise Against, Bullet For My Valentine e Silverstein.


Quando nós decidimos fazer esse post, era só para seguir a ideia de retrospectiva, nós não imaginávamos que tantas bandas e cantores (GRANDES) vieram em um só ano. Só nesses posts nós citamos mais de 60 artistas, mas provavelmente tem mais que nós esquecemos, são de públicos mais específicos (tipo os orientais ou de soul) ou nem ficamos sabendo. Só para dar ideia, depois que nós escrevemos isso, saiu no site da Folha que 2011 encerra com record de shows de pop e rock. Dentro da estimativa deles, nesse ano ocorreram 506 apresentações, 116% a mais que 2010 (com 234). 2011 foi ótimo e 2012 promete ainda mais. As bandas que já vieram, querem voltar; as que não vieram, vão vir (isso é história para outro post)... É muito show para pouco bolso.


Veja mais:

>>>2011: recorde de shows internacionais no Brasil - Distorção Amplificada

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. boa tarde! tenha um ótimo 2012, com muito sucesso,felicidades, e saúde, paz. amei a matéria u2 e um luxo sei essa de antigas se estão ai e porque também saõ atuais e como cyndi lauper que calou a boca de muita gente com o belissimo, memphis blues a gata arrasa desde 1983. e monstrou que não e preciso pela segunda vez que não e preciso uma gravadora de grand porte para estar no sucesso, isso ela provou em 2002 co o ep shine lançado pela oglio records, isso fez até a sony pedir pinico para cyndi voltar, ma sagora eu achei ótimo o chute que ela deu neles. minha imperatriz do pop. não foi só a musa pop 80 ela também brilhou nos anos 90 e na atualidade! viva há imperatriz do pop e rainha do blues.rogério a matéria está otima parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Oooh, adorei esse post!!!
    Fui no show do Muse+U2 e no Rock In Rio, mas como vc mesmo disse, é MUITO show pra pouco bolso!! Não tinha nem ideia de que eram tantos shows assim! :P
    Um beijo!

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *