Ariel Carvalho CCFilmes

5 filmes românticos que você talvez não conheça

22.8.16Ariel Carvalho


Há quem diga que eu sou a rainha de filmes românticos.

Sou praticamente um catálogo ambulante de quase tudo produzido nesse gênero. Minha lista de filmes favoritos é metade comédias românticas e metade ficção científica. Mas eu odeio algumas coisas nesse gênero, como os inúmeros clichês e como todo mundo parece ver só aquelas comédias românticas que estão super famosas e foram produzidas por um estúdio rico de Hollywood.

Separei 5 filmes não tão famosos - e pouco clichês - e que acho que todos que amam um bom romance deveriam ver.


1. Girl Most Likely

Título em português: Minha Vida Dava um Filme
Ano: 2012
Direção: Shari Springer Berman, Robert Pulcini
Par romântico: Kristen Wiig, Darren Criss

Nota:


Antes de ver esse filme, eu não gostava muito da Kristen Wiig; ele fez com que eu a respeitasse como profissional, e me provou que ela é muito mais do que só uma atriz de comédias pastelão.

Wiig interpreta Imogene, uma roteirista com bloqueio criativo, que acabou de ser chutada do trabalho e do namoro. Ela volta à casa da sua mãe e, enquanto tenta entrar em contato com suas origens, acaba se envolvendo com Lee, um cara super bacana que alugou um quarto de sua mãe.


O filme tem umas certas loucuras e partes muito surreais, mas é realista em alguns aspectos que eu acho muito legais. Ele mostra bastante essa dificuldade de adaptação a mudanças, e brinca com o clichê do "dormimos juntos, mas foi um erro". E também é bacana porque o relacionamento de Lee e Imogene não é o ponto central da história, é só algo que acontece.


2. Like Crazy

Título em português: Loucamente Apaixonados
Ano: 2011
Direção: Drake Doremus
Par romântico: Felicity Jones, Anton Yelchin

Nota:

A fotografia desse filme é maravilhosa, o enredo é ótimo, o elenco é muito amorzinho. É doloroso, é triste, mas é real nos pequenos detalhes, tem uma excelente trilha sonora.


Ele conta a história de Anna, uma estudante inglesa que fica nos Estados Unidos além do tempo permitido por seu visto e, por isso, é proibida de entrar no país novamente. Seria aceitável, se ela não estivesse apaixonada por um aluno americano. Ah, e todo o diálogo do filme foi improvisado (!!!).


3. Beginners

Título em português: Toda Forma de Amor
Ano: 2010
Direção: Mike Mills
Par romântico: Mélanie Laurent, Ewan McGregor

Nota:

EU NÃO SEI O QUE FALAR DESSE FILME. 

Ele é um dos meus filmes favoritos da vida, é lindo, é maravilhoso, e tem vários elementos inesperados e gostosinhos.

Você pode ficar no mesmo lugar e, mesmo assim, encontrar maneiras de deixar as pessoas.
Resumindo a história, Oliver é um cara bem triste que perdeu o pai há pouco tempo. Um pouco antes disso, o mesmo pai confessou ser gay. E aí, em meio a todo o luto, e depois de diversos relacionamentos fracassados, ele conhece uma moça super legal, também chamada Anna, e os dois lidam com todos os seus medos e inseguranças relacionados ao amor.

Já aviso que esse filme tem uns tapas na cara HASHAUSAHSUA


4. Stuck In Love

Título em português: Ligados pelo Amor
Ano:
2012
Direção:
Josh Boone
Par romântico:
Nat Wolff, Liana Liberato, Logan Lerman, Lily Collins, Greg Kinnear, Jennifer Connelly

Nota:



O filme é basicamente um apanhado das (des)aventuras amorosas de uma família inteira. Ele lida bastante com as nossas limitações e medos com relação ao amor, de forma bem parecida com Beginners, e provavelmente vai te fazer chorar.

  
O bacana é que, por serem três casais diferentes, é quase impossível não se identificar com alguém do filme. 


5. Liberal Arts 

Título em português: Histórias de Amor
Ano:
2012
Direção:
Josh Radnor
Par romântico:
Elizabeth Olsen, Josh Radnor

Nota:



Tem a Feiticeira Escarlate. Tem o Ted Mosby. Se passa numa faculdade e retrata um relacionamento com diferença de idade. Precisa de mais???

"A gente devia se abraçar": minha cena favorita


Zibby e Jesse mantém uma correspondência por cartas, e ela, com seus 19 anos, ensina muita coisa a ele, de 35. O mais legal do filme não é nem o relacionamento não convencional dos dois, mas sim as conversas que eles têm, como a famosa: livros tipo Crepúsculo x livros clássicos.

Justamente pela diferença de gerações, os diálogos e as discussões são riquíssimos e, como os dois atores são fantásticos, o filme é maravilhoso.


Espero que gostem, assistam e, se tiverem sugestões... 

TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. Gostei muito das indicações! Será que tem no Netflix?

    Eu sempre gostei de assistir filmes, mas ultimamente a vida anda tão estressante que dá preguiça de ficar procurando... E né, vamos mais longe: tem tanta coisa ruim por aí...

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *