cartões-postais CCCuriosidade

A magia do cartão-postal

27.9.14Pâmela F.


Ei galera linda! Eu sou a Pam, e se tudo correr bem, serei mais uma colaboradora aqui do site. De início então, eu escolhi falar de uma coisa que eu sei que preciso contar ao mundo inteiro e passar a informação adiante: a maravilha chamada Postcrossing [clique aqui para acessar].





Isso não é magia negra, tenho certeza que ao terminar de ler esse post, sua vontade vai bem mais forte e você vai dar um lindo clique no link do Postcrossing. Você vai dar uma olhadinha como quem não quer nada, até pensar: "Ah, não custa nada fazer meu cadastro, né?". Vai dar uma lida nos termos de compromisso,  só para ter certeza se é isso mesmo que o post está indicando. Mais tarde, após a investigação, vai fechar a janela (até salvar o site nos favoritos, quem sabe? Já que achou tudo muito legal), porém, como sua memória não é tão boa, vai se esquecer totalmente da dica. Só que um dia, quando se lembrar sem querer, ao ouvir alguém falando sobre cartões-postais, sua vontade de fazer parte dessa maravilha vai ser irremediável e você vai ser o estranho(a) na lojinha de conveniência mais próxima comprando cartões-postais em plena era da Internet. Como eu sei disso? Foi exatamente como eu agi.

Primeiro de tudo, para você que está boiando ainda, vamos à definição do próprio site sobre o que é postcrossing:
"O objetivo do projeto é permitir às pessoas a receberem cartões-postais de toda parte do mundo de graça. Bom, quase de graça! A ideia principal é: se você enviar um cartão-postal, você receberá um de volta de uma outra pessoa cadastrada no site (um postcrosser) de qualquer lugar do planeta."
Resumindo tudo em poucas palavras, é basicamente isso mesmo que você acabou de ler. Mas, como funciona? Inicialmente, você deve efetuar seu cadastro no site e será criado para você um perfil. Lá você coloca suas informações, como cidade, Estado e país, site se você tiver algum, coloca uma fotinha bonita, escreve o seu endereço para que os cartões cheguem até você (gente, o site é bem seguro, e seu endereço só vai aparecer para aquela pessoa que te enviar o cartão), além de criar uma pequena bio, onde você escreve sobre o que você mais gosta e os tipos de cartões-postais que você adoraria receber. No meu caso eu coloquei que amo coisas vintage, cartões feito à mão, com paisagens, com astros do rock ou atores/atrizes famosos. E realmente, escrever isso na bio, faz toda a diferença, já recebi vários nesse estilo, as pessoas realmente ouvem seus pedidos! Como dica, clique aqui para ir ao meu perfil.

Bom, com seu perfil escrito, é hora de começar a magia. É importante frisar que isso tudo acontece em tempo real! Não adianta ficar do lado da caixinha do correio sentado, porque nada acontece rápido. Tudo demanda tempo, e eu posso afirmar que é muito mais legal assim. Inicialmente, você tem direito de pedir 5 (cinco) endereços. Vale pedir menos também, fica ao seu critério. O sistema vai gerar esses tais endereços que são do mundo inteiro, que é o que você vai escrever no verso do cartão, no lugar apropriado para isso (nem vou entrar no mérito de como escrever um cartão-postal, please google it! :D). É importante colocar IGUALZINHO como o site te mandou, pois uma letrinha errada causa a maior confusão. Imagine isso em um endereço para a China?

Após receber esses endereços e já tendo os cartões em mãos, é hora de botar a mão na massa. Escreva à vontade o que você quer contar para a pessoa (vale dar uma olhadinha no perfil dela), escrever o endereço e colocar em um cantinho o código do cartão (postcard ID) que foi gerado no site para aquela pessoa (ou aquele envio). É com esse número que a pessoa vai cadastrar o seu cartão ao chegar lá na casinha dela. Quando seu cartão for marcado como recebido, automaticamente o seu nome cai no sistema e outra pessoa irá receber seu endereço para te enviar. E quando você marcar no futuro quando ele chegar na sua casinha, você pode pedir mais endereços. E aí outro ciclo se incia!

Esse cartão veio da Rússia e a parte da frente é Elizabeth Taylor! <3 Dê uma olhadinha no código (postcard ID) na parte inferior do cartão :) 


Agora vamos para um guia expresso de dúvidas:
1. Mas como eu vou me comunicar com a pessoa no cartão?
O site deixa bem claro que a língua oficial é o inglês. Claro que você pode colocar alguma expressão na sua língua, para mostrar para a pessoa e fazer uma graça, haha (com a tradução embaixo, por favor). E se você não souber nadica de inglês, arrisque o google tradutor, porque é o que está tendo, infelizmente.

2. E se eu esquecer o código (postcard ID) e mandar sem nada?
Bom, o cartão vai chegar ao destinatário, porém ele não vai ter como marcar que chegou. É bom então ficar de olho no perfil da pessoa, pois a maioria costuma escrever no seu próprio perfil sobre algum postal que veio sem o código. Mas é bom sempre ficar esperto e sempre conferir tudo antes de ir nos correios.

3. Eu só sei mexer no computador e nunca fui nos correios. É muito caro mandar um postal?
Não é não! O valor depende do país destinatário. A moça/moço do balcão roda o CEP da pessoa e tira o valor daí. Qualquer dúvida, é só dar uma olhada aqui nos site dos correios e se informar. Eu já paguei de R$1,50 a R$5,00.

Eu não queria citar que É UMA EXPERIÊNCIA INCRÍVEL, mas já citei. Clichês à parte, quando se recebe o cartãozinho, dá vontade de gritar, cheirar, abraçar, rodar com ele com os cabelos ao vento, chorar, etc. Vale realmente à pena participar ao mínimo uma vez do postcrossing, e sentir na pele a oportunidade de receber palavras do outro lado do mundo, sem que seja no conforto da Internet.

Esses são alguns que recebi <3


Fica aqui minha dica, qualquer dúvida fica mais do que claro que todos vocês podem ficar à vontade para perguntar o que quiser, tanto aqui nos comentários, ou lá no meu twitter: @pamfardin, pois com certeza devo ter esquecido milhares de coisas que eu tinha para falar aqui. Espero que tenham gostado :)

Pam Fardin

TAGS: , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

2 comentários

  1. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAH. Eu amo o Postcrossing. E amo cartões postais *o*

    Minha amiga começou, mas nunca recebeu um cartão em troca :T
    Já comigo, sempre deu certo. Amém.
    Minha coleção (entre alguns do postcrossing) e outros aleatórias já passam de 100.

    E vc viu a coleção da Copa do Mundo nos Correios!?? *______________*

    Se quiser trocar comigo, aliás. Dá um grito no tt: @lorenarocco :*

    ResponderExcluir
  2. Entrei nesse site de troca de postais recentemente e estou aguardando os meus primeiros 5 envios serem cadastrados pelos destinatários. Se alguém quiser trocar postais, basta me procurar no postcrossing: @triphyllios

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *