biografia CCMúsica

Lorde: Talento ou dinheiro? Uma investigação!

16.12.13Dana Martins


O que é isso? É um pássaro? É uma avião? Não, é A LORDE DOMINANDO O MUNDO! A menina veio da Nova Zelândia (nem da Austrália ela é) e de repente está sentada no trono de ferro como se sempre estivesse ali. Mas o que é isso? Macumba? Ou talento? Tem uma família rica que comprou um produtor? Vendeu o corpo? As explicações podem ser muitas, mas qual é a verdade? Tomada pela curiosidade, eu decidi investigar! 

Venha comigo para acompanhar (ao vivo) os detalhes dessa investigação na vida da Lorde. Conseguirá eu, Dana, descobrir os mistérios desse sucesso? 


Prólogo: ELA PASSOU NO CÉU COMO
UM METEORO DA PAIXÃO

(relato da fama de Lorde)


Eu conheci Lorde como eu conheço a maioria dos artistas: vi um link, não conhecia e cliquei. A música mal começou e eu já estava dizendo: SENSACIONAL. Ela não precisava de mais nada para me conquistar. Pela primeira vez eu decidi pagar por um EP. Eu queria apoiar a garota de 16 anos da Nova Zelândia que com certeza merecia ser conhecida pelo mundo.

Essa semana eu entrei no twitter do CC e a timeline estava tomada de gente falando em Lorde, da apresentação dela para o anúncio dos indicados ao Grammy. As pessoas falavam tanto que por 1 segundo pensei até que já era o Grammy passando. 

O intervalo entre esses dois momentos não dá nem 6 meses. E agora todos os meus amigos conhecem, escutam, o cd Pure Heroine dela (que o meu irmão comprou) chegou aqui essa semana, Lorde já foi destaque no jornal O Globo que recebem aqui em casa, ela está com data marcada para vir ao Brasil, já apareceu na Globo e outro dia tocou até na rádio. Isso mesmo, NA RÁDIO, aquele negócio que fica tocando as mesmas músicas chatas quase que o ano inteiro. 

Capítulo 1: AI SE EU TE PEGO

Olha esse sorrisinho mafioso! É ISSO, TÁ TUDO EXPLICA, É A MÁFIA DE NOVA ZELÂNDIA!!!
Não sei vocês, mas eu achei que tem algo muito estranho nisso aí. Isso é apenas o poder de uma música realmente boa no momento certo? Quando é que uma garota de 16 anos sai dominando o mundo assim? A gota d'água foi depois de ler a carta dramática de "revelação" do Joe Jonas, em que ele termina: "O estranho funciona. Olhe para a Lorde." 

Eu to olhando, meu filho, e meu queixo está no chão. Eu até tenho que tomar cuidado para não tropeçar nele. Está faltando algum dado nessa equação PORQUE OS NÚMEROS NÃO ESTÃO BATENDO.

Então decidir vestir minha roupinha oficial de investigadora e fui ao trabalho.

Capítulo 2: UMA PISTA NO HORIZONTE

Olha só, tentando se fazer de amiga. VOCÊ ACHA QUE EU NÃO IA VER O CAETANO VELOSO DISFARÇADO ALI ATRÁS, LORDE? sabia que tinha algo por debaixo dos caracóis dos seus cabelos!!!
A primeira pista surgiu logo após meu irmão atacar o cd de Pure Heroine que chegou. Eu estava sentada tricotando (só que não) enquanto ele lia o encarte, então disse:

"Nossa, ela está trabalhando no cd há 5 anos!"

Eu parei tudo, fiz as contas. 16 anos, menos 5... ONZE ANOS? ELA ESTÁ TRABALHANDO DESDE OS ONZE ANOS NO CD? Mas sabe como é, o encarte é em inglês, meu irmão que estava lendo...

"Ela escreveu sozinha?" eu perguntei.
"Escreveu com um Joel Little."
"Hm... interessante. Eles normalmente fazem isso com esses cantores novinhos, colocam o nome deles junto só pra dizer que eles escrevem a própria música, talvez ela só tenha dado uma ideia qualquer e os profissionais fizeram."

Essa, senhoras e senhores, sou eu muito desconfiada me recusando a acreditar que Lorde, que na verdade se chama Ella Yelich O'Connor, escrevia mesmo as próprias músicas.

Capítulo 3: EIS QUE SURGE UM PASSADO REVELADOR

ELA USAVA CHAPINHA! Ou o cabelo de Merida que é falso? (Lorde é a do meio, só por garantia)
Eu ainda não estava convencida, precisava de mais pistas e provas. Então fiz a única coisa que se pode fazer nessa situação: pesquisei no Google.

O que eu descobri foi... revelador.

Ella Yelich O'Connor aos 5 anos entrou para um grupo de teatro e descobriu seu amor pela música. O pai dela é um engenheiro civil, enquanto a mãe, Sonja Yelich, é uma professora e poetisa que já até ganhou prêmios pelo seu trabalho. Lorde cresceu em uma família que sempre a incentivou a ler e ouvir música "cult." Aos 12 anos ela participou de um show de talentos na escola fazendo cover de Warwick Avenue da Duffy e Mama Do da Pixie Lott - e ganhou! A parte principal é que o pai de um amigo gostou tanto que mandou um vídeo para alguns caça talentos. Aos 13 anos ela já estava assinando contrato com a Universal e aos 14 ela trabalhava profissionalmente com outros compositores. Só pra completar, durante esse período ela já ia fazendo as próprias músicas.

No encarte de Pure Heroine, nos agradecimentos, Lorde ainda agradece aos pais por aguentarem os vários dias seguidos dela só chegando em casa para dormir, sem nem dar boa noite, e de todo apoio da família inteira.

Acho que os fatos falam por si. 

E a moral da história? Você vê, em breve, no ConversaCult! Até mais.
-dana martins

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Não pera, ainda não terminei de ler o texto, mas carta de revelação do Joe Jonas???? Ele é gay??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não hahahaha Ele escreveu um artigo para a revista Vulture falando sobre a vida dele e mais algumas "polêmicas". Aqui o link http://www.vulture.com/2013/11/joe-jonas-talks-jonas-brothers.html

      Excluir
  2. Ah, eu gosto da guria, e cara, chateadíssima se o cabelo não for de verdade! Mas essa história de cinco anos trabalhando no cd é furada, certeza, os temas das músicas não são coisas para uma garota de 11 aninhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é 5 anos trabalhando no cd em si (se bem que com 11 anos ela já lia Kurt Vonnegut e tese de mestrado da mãe, então não era qualquer garotinha de 11 anos), mas escrevendo infinitas letras, inventando melodias, treinando com tipos de instrumentos. E desde os 12/13 ela tinha contato com profissionais sérios da música, criando coisa se bobear até pra outros artistas. Até chegar na versão final, que é o que a gente escuta hoje, levou bastante tempo (5 anos!!!). Os temas podem ser de uma garota mais velha, mas ela só chegou lá depois de 5 anos trabalhando

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM