2013 Ali Cronin

[Resenha] Nada É Para Sempre

5.9.13Brenda Cordeiro


por Brenda Cordeiro
- Livro: Nada É Para Sempre
- Série: Garota <3 Garoto - Livro 1
- Próximo: "Dizem Por Aí"
- Autora: Ali Cronin
- Editora: Companhia das Letras / Seguinte
- Comprar: Saraiva, Fnac, Travessa
- No Skoob







Minicrítica - Sinopse:

Sinopse Oficial: Cass é a namorada fiel. Ashley não leva nada a sério. Donna é festeira. E Sarah? As amigas sempre tiram sarro dela por ser certinha demais, mas ela só está esperando pelo cara certo e agora tem certeza de que o encontrou. Será que ele sente a mesma coisa? Ou tudo não passa de uma paixão de verão? Acompanhe o emocionante último ano de escola de quatro garotas e três garotos de dezoito anos.
Nada É Para Sempre não é o tipo de livro que vai mudar a sua vida ou nada do tipo, mas é uma leitura muito agradável. Ali Cronin consegue te envolver totalmente numa história simples, mas bem realista. Pra quem já saiu da escola, é uma oportunidade pra se sentir nostálgico. Pra quem ainda está nela, você com certeza irá se identificar com os personagens e as situações vividas por eles.

Quer saber mais? Clique abaixo para conferir a resenha completa!

Nada É Para Sempre é o primeiro volume da série Garota <3 Garoto, que trás histórias contadas por quatro amigas: Sarah, Ashley, Donna e Cassie.

Nesse primeiro livro, acompanhamos Sarah, a mais "certinha" do grupo. Ela não bebe, não mente para os pais e ainda é virgem, enquanto suas amigas estão bem longe disso. Sarah vai passar as férias na Espanha com a família e no meio de uma viagem tediosa conhece Joe, um garoto mais velho, universitário e que mora em Londres. Joe a deixa tão encantada ao ponto da menina perder sua virgindade com ele. Ao voltar para Brighton, sua cidade, Sarah precisa aprender a lidar com sua "paixão de verão".
O problema é que Joe, que na viagem parecia um amor de pessoa, não é tão perfeito assim. Sarah tenta manter a relação dos dois de qualquer forma, mas o cara parece só querer sexo e se esquiva de todos os outros contatos possíveis. Ela liga, manda mensagem, e ele demora semanas pra responder.
Como Sarah nunca tinha estado em um relacionamento antes, muito menos à distância, ela não se incomoda com o comportamento de Joe, mas suas amigas tentam fazer de tudo para alertar a amiga.

Primeiro vou falar do que eu não gostei: Da personagem principal.
Sarah é, de uma forma, muito parecida com a maioria das meninas por ai. Sua insegurança e falta de experiência são traços que tornam fácil de que você se veja um pouco nela.
Mas, nossa, que menina lerda! O cara a faz de gato e sapato e ela continua fazendo tudo por ele!
Eu super me simpatizei com a história dela no começo, mas conforme as coisas aconteciam e ela não mudava de pensamento, eu fiquei com vontade de entrar no livro só pra dar uns tapas na menina pra ver se ela acordava! Em uma parte do livro ela chega a brigar com suas amigas de infância por causa do cara! Bros before Hoes, amiga! Nunca ouviu isso?!
Finalmente, no final, ela tomou juízo e me fez voltar a gostar dela... Acho que esse foi um erro da autora, começar uma série grande com uma personagem fraca não é uma coisa muito legal.

E do que eu gostei? De todo o resto!
Ali Cronin conseguiu praticamente me levar de volta pra escola, na época em que você ficava horas conversando com as amigas sobre meninos, saía todo final de semana, e não tinha muitas preocupações. Tudo bem que a história se passa no final do ensino médio, então de alguma forma os personagens têm que se preocupar com o futuro, mas nada que os impeça de se divertir sempre. O livro me deu uma nostalgia enorme!
Os outros personagens também são bem realistas: Ashley (a doidinha do grupo), Donna (a descolada), Cass (a responsável), Ollie (o pegador), Jack (o esportista) e Rich (o gay ainda não assumido). Cada um deles provavelmente se encaixa com um membro do seu grupo de amigos na vida real, ou parece com alguém que você conhece.
Uma das coisas que eu mais gostei foi da forma como tudo é escrito: os diálogos, as situações, tudo parece bem real, porque são situações comuns. A autora desenvolve a história tão bem e de uma maneira tão leve, que você sente como se fizesse parte daquele grupo de amigos.
E também tem o fato da história se passar na Inglaterra. <3

Nada É Para Sempre é um livro que fala sobre amizade, amor, desconfiança, inocência, descobertas, sexualidade, enfim, sobre como é ser adolescente.
Além de ser um livro muito gostoso de ler, é bem rapidinho porque, além de ser relativamente curto (só 271 páginas), a história flui tão bem que você nem repara que está chegando no final. Eu li em dois dias e já estou super animada pra ler as continuações!

O segundo livro da série, Dizem Por Aí, é narrado pela Ashley e o terceiro, Três É Demais, pela Cassie. A série ainda tem mais três livros: Lições de Amor (Vai ser sobre a Donna e está previsto pra Outubro de 2013), A Garota Certa e Eu e Você, mas que ainda não foram lançados aqui no Brasil. Também tem os dois contos "Noite das Garotas" e "Não Me Esqueça", que precedem o primeiro livro e o segundo, respectivamente, e que podem ser baixados (gratuitamente!) no site da Editora Seguinte.

Sobre a nota: Vou dar 4 conversinhas. É um livro que me agradou muito, por tratar de assuntos delicados de uma maneira leve e bem realista. É claro que o livro não é perfeito, tem suas falhas, mas na minha opinião, vale a leitura!

Classificação:
(4/5 conversinhas) 
Esse livro foi um oferecimento da nossa parceira, Seguinte, selo jovem da editora Companhia das Letras.



TAGS: , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

0 comentários

Posts Populares

INSTAGRAM