Ana Luíza Albacete broadway

[Resenha] A Família Addams, teatro

13.3.13Conversa Cult

por Ana Luíza Albacete

- "A Família Addams"
-  The Addams Family
- Direção: Jerry Zaks
- Versão Brasileira: Claudio Botelho
- Atores: Daniel Boaventura, Marisa Orth, Laura Lobo, Beto Sargentelli...
- Em cartaz em: Vivo Rio (Rio de Janeiro/RJ) até dia 07 de Abril.
- Mais informações: Vivo Rio ou Ingresso Rápido








Mini-crítica - Resumo:

Algumas pessoas acham que versões brasileiras podem decepcionar o público. "A Família Addams" não decepciona ninguém, a sua vontade é de ficar na cadeira esperando para rir mais e mais com essa família tão macabra mas que o público ama tanto. Mesmo que o preço não seja tão atrativo como o preço de uma sessão de cinema ou até mesmo o preço de um livro, a emoção do momento vale a pena!  

Quer saber mais? Clique abaixo para conferir a resenha completa.



Quando eu soube que essa peça estava sendo montada em São Paulo, eu surtei e comecei a planejar a minha ida a capital paulista para ter o prazer de ver o brilhantismo de Daniel Boaventura e Marisa Orth no palco. Mas, para a minha felicidade e pelo bem do meu bolso de estagiária, a peça veio para o Rio de Janeiro. Mas, infelizmente, estão fazendo curta temporada por aqui, o que é um absurdo (em São Paulo ficou em cartaz por 6 meses).

Na peça, Wandinha (Laura Lobo) se apaixona por um menino normal chamado Lucas (Beto Sargentelli), e ela marca um jantar com o rapaz e os pais dele na casa dos Addams. Wandinha acaba contando um segredo para Gomez, pouco antes do jantar e o espanhol tem que escolher entre ajudar a filha amada e mentir para Mortícia, coisa que ele nunca fez por mais de 20 anos. Mas o que o resto da família não sabe, é que é muito mais do que um jantar para as famílias se conheçam.

Eu sou muito suspeita para falar de teatro musical, porque sou muito encantada pela arte e realmente, não sei se o que mais me impressionou na peça foram as atuações, as músicas, o cenário ou o conjunto de toda a obra. O tango que Mortícia (Marisa Orth) e Gomez (Daniel Boaventura) dançam é de deixar qualquer um boquiaberto. Palmas também para Laura Lobo, a Wandinha, um dos grandes destaques da peça com sua bela voz e maravilhosa atuação.

As piadas também não deixam a desejar, desde "Oppa Addams Style" até brasileiros em outro país. Apesar da montagem da Broadway não ter feito muito sucesso e ter sido alvo de duras críticas, a versão brasileira fez muito sucesso, levando, só em São Paulo 350 mil pessoas ao teatro. Com versão brasileira de Claudio Botelho (A Noviça Rebelde, O Despertar da Primavera, O Magico de Oz) e direção do americano Jerry Zacks, "A Família Addams" é um dos melhores musicais já montados no Brasil.


Que "A Família Addams" é uma megaprodução todo mundo sabe, mas por que assisti-la? Todos nós crescemos assistindo as aventuras dessa família, seja nos filmes ou com o desenho animado, todos nós falávamos como o Primo Itch e achávamos que a Wandinha era realmente muito má com o irmão. Ver isso tudo ao vivo é uma experiência inigualável, é como se nós voltássemos a nossa infância.

E pra finalizar, deixo aqui um vídeo para vocês terem um gostinho desse maravilhoso musical:

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

1 comentários

  1. Assisti a esse musical há uns meses e adorei! Mas isso não é novidade, já que eu amo musicais!! =) A Wandinha arrasa, ela tem uma voz muito legal para musical!
    Saí de lá com uma vontade louca de rever o filme velhooo e os desenhos da Família!!

    Bj
    Livro Lab

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM