CCFilmes CCResenhas

[Resenha] Esperar para Sempre

2.12.12Igraínne

Por Igraínne Marques

- "Esperar para Sempre"
- Waiting For Forever (2010)
- Direção: James Keach
- Roteiro: Steve Adams
- Atores: Rachel Bilson, Tom Sturridge, Jaime King, Nikki Blonsky...
-  Romance / Drama - 14 anos - 94 min. - Trailer









Mini-crítica: 
"Waiting for Forever" - por algum motivo não consigo chamar pelo nome em português - é um filme com uma história simples (em teoria), onde um garoto se apaixona por sua amiga de infância. Depois que os dois crescem e tomam caminhos diferentes, no entanto, esse menino continua apaixonado, e agora ele leva isso tão a sério que segue a tal amiga por toda parte - sem jamais contar que está ali ou que gosta dela. Você poderia achar que ele é algum tipo de maníaco do parque homicida e raivoso, mas acontece que você não acha. Na verdade, a perseguição em si tende muito mais para a depressão do que qualquer outra coisa. Chega um ponto em que você começa a acreditar que é loucura (e é), mas aí o filme inteiro vira um looping de loucura, e nada mais faz sentido. Você já vai entender.

Quer saber mais? Clique abaixo para conferir a resenha completa.

Deixe-me deixar claro uma coisa: eu nem sabia que esse filme sequer existia. Eu acabei assistindo porque ele tava lá e a Dana meio que me convenceu que só tinha isso pra ver e etc. Daí eu pensei: ah, romancezinho água com açúcar deve ser legal (a outra opção era liga da justiça versão animação e vocês sabem que eu não sou exatamente fã de super-heróis e tudo mais).

Enfim, enquanto escrevo essa resenha, estou tentando decidir que nota dar. Porque na verdade o filme é uma sequência de cenas jogadas que por acaso possuem uma ordem cronológica. Sério, sem querer ser chata nem nada, mas eu não curti o filme. Porque primeiro você pensa: Will Donner  (Tom Sturridge) vai se declarar na metade do filme, deve ter alguma coisa pra atrapalhar os dois, e daí vão ficar juntos. Não que todo romance siga essa ordem, mas no final é sempre previsível. E não, leitor, não é que eu não quisesse me surpreender, não é isso: é só que o filme podia ser diferente e me agradar, mas não me agradou.

Hã?

Will na verdade persegue Emma Twist (Rachel Bilson), mas jamais falou com ela a respeito dos seus sentimentos. Desde o início meio que fica claro que Will passou por situações difíceis em sua infância, e Emma foi a amiga que o ajudou a não pensar nos problemas. Quando o filme começa, Will está pedindo carona em uma estrada porque finalmente Emma voltará para a sua cidade natal. Will vê nisso uma oportunidade de falar com ela - o que já começa errado, porque ele a segue desde sempre, todas as vezes que ela estava por perto era uma oportunidade....

Enfim, detalhes à parte, Will se hospeda por tempo indeterminado na casa de um casal de amigos, porque ele não tem onde ficar - nem como se sustentar - já que hoje em dia sua única família se resume ao irmão. Seu irmão, aliás, que ainda mora nessa cidadezinha, é o cara que supostamente subiu na vida, casou, teve filhos, é o cara que avançou, o adulto. Will, no entanto, chega a fazer um contraste com ele: é a luz da infantilidade, um Peter Pan meio torto que não só não quer crescer como não cresceu mesmo. Pelo menos não mentalmente. Will trabalha como um palhaço de rua, faz mimicas pelas cidades, só vive de pijama, um verdadeiro nômade que não liga para a ascensão financeira.

Bananas de Pijamas?

Enfim, Emma, no entanto, é uma apresentadora de TV. O que na verdade me pareceu mais uma característica que deve ter surgido no início do filme, mas depois virou uma coisa meio aleatória, sem muito sentindo. Se eu tivesse escrito o roteiro, com certeza teria retirado essa parte. De qualquer forma, Emma foi para o sua cidade natal porque o pai adoeceu. O que ela não esperava era achar o amigo Will ali no meio, como quem não quer nada. Chega a ser um encontro casual, do tipo "quanto tempo!", mas é muito nítido que a falta de conexão entre os dois deixa tudo muito superficial. Não me convenceu em nada. Fora que Emma está passando tempo com Will só para não passar um tempo com seu ex - que praticamente tem uma história sozinho, a parte do filme inteiro (!)

Isso tudo sem falar na relação dos pais de Emma. Com a doença, a impressão que dá é que as pessoas não sabem o que fazer - o que de certa forma é compreensível, por conta do suposto sofrimento. Mas o problema é que parece que nem o diretor do filme sabe direito o que está fazendo (ou talvez o roteirista...).

Enfim, o filme tem uma proposta inicial, depois tudo se perde para inúmeras outras propostas e em seguida volta para a ideia do início e fim. Sendo que nenhuma dessas propostas é tratada a fundo, nenhuma delas recebe a devida atenção e desenvolvimento. Aliás, a parte de voltar pro início acontece em 5 minutos ou menos. É romance, é drama, é suspense.... E a protagonista só parece ter sentimentos com o próprio pai, porque o possível desaparecimento de pessoas do seu círculo de amigos nem a deixa minimamente abalada.

Dá abracinho de irmão pra compensar o filme, dá.

Sobre a nota: eu vou dar 3 porque embora tenha uns problemas de continuidade inegáveis, algumas relações me convenceram (infelizmente, não o casalzinho principal). Pra começar tem o irmão do Will, que para mim meio que salva o filme; depois tem o próprio pai de Emma com a Emma, e por fim o Will e seus amigos recentes de beira de estrada. Fora isso, eu talvez tivesse gostado mais de Liga da Justiça -oi.

(3/5 conversinhas)

Até o/

TAGS: , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

4 comentários

  1. Oi, tudo bom?
    Sou louca por filmes e adoro ler qualquer coisa sobre um filme, e um tão bom quanto esse vale muito a pena!
    Gostei muito dessa sua resenha, parabéns.
    E deixa te dizer também, parabéns pelo trabalho com seu blog, ele é lindo, não
    Desiste nunca certo?!
    Bjs*-*
    Poliana Araújo
    Território das Garotas
    @territoriodg
    http://territoriodascompradorasdelivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Poxa, uma pena que o filme não te convenceu, porque eu realmente gostei da história e de como as relações foram abordadas. Tenho minhas ressalvas em relação a personagem da Emma, mas o Will é um personagem tão cativante e tão singelo. Foi tão bela a cena em que ele tenta explicar para a Emma os sentimentos dele e porque ele vai aonde ela vai *-*
    Queria que você falasse da trilha sonora. Seria bom saber a opinião de mais alguém, porque eu achei que se encaixou tão bem nas cenas. As músicas de The Mostar Diving Club tem uma serenidade e inocência que fizeram um par perfeito com o que o filme tenta passar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thais!!

      Concordo com você em relação à Emma. O Will é cativante, mas mesmo assim - por mais que tenha se saído melhor - meio que não achei suficiente, não sei explicar.

      A trilha sonora é um ponto alto, sim! Concordo com você. Achei que eles souberam colocar, encaixar em cada cena e etc. Mas ainda não consigo gostar da cena que você falou, onde o will se declara, achei meio rápido, sei lá. Ele a seguia há tanto tempo e só porque ela foi pra cidade natal, ele tomou coragem. Foi meio abrupto e rápido demais, não sei.

      De qualquer forma, é bem legal que você tenha curtido. Sempre é melhor ter opiniões diferentes, principalmente porque a gente olha algumas coisas que não olharia se não tivesse ouvido outras pessoas que também assistiram. Fora que enriquece a discussão e tudo mais.

      Muito obrigada por comentar!
      Beijão!

      Excluir
  3. Oi :)
    Eu gostei bastante da sua resenha, pq você diz o que você mudaria e tudo mais. Eu vi esse filme tem bastante tempo e lembro na época de ter gostado bastante, acho que foi pq tem a menina que fez hairspray e eu gostei mt de haispray e eu adoro o tom, ele é um lindo! E realmente os amigos de beira de estrada são ótimos! Eu achei o personagem do Will bem legal, não gostei muito da Emma e é só isso que eu lembro haha. Adoro que ele ande de pijama o dia todo, porque é algo que eu sou louca pra fazer, porém não é possível rs

    Beijos
    Nathalia Duarte

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM