a mediadora almas

[Indicação] A Mediadora

16.12.12Igraínne

por Igraínne  Marques

Depois de mais um tempão sem CCIndicações, volto hoje para falar de uma série que já apareceu aqui pelo blog antes. Para quem não lembra, em outubro o nosso tema nas sextas feiras era zumbis, e só para entrar no clima desse terror (por conta do Dia das Bruxas), a gente fez um Três Livros Sobre... Criaturas Sobrenaturais, onde eu falei um pouco dos fantasmas de A Mediadora.


Informações:
A Mediadora
Autor: Meg Cabot
Editora: Galera Record

A Mediadora é, na verdade, uma série de seis livros - todos já lançados no Brasil. Quando expliquei sobre eles brevemente naquele outro post, eu realmente fiquei me perguntando porque ainda não tinha escrito a indicação, já que se trata de uma saga que eu gosto tanto. De um modo geral, acabou que não importou muito: se eu não tinha escrito a respeito antes, vou escrever agora! 

A Mediadora conta a história de Suzannah, uma menina que vê gente morta, ou melhor, vê almas que não conseguem descansar em paz. Ela tem um dom, se é que a gente pode chamar assim. Como mediadora, sua função é ajudar esses mortos a realizarem seu último desejo na terra. E acredite, as almas penadas não entendem quando Suzannah diz que está ocupada e que não pode naquele momento. Ser morto é sinônimo de ser chato e insistente.

Mas e o enredo?

Na verdade, tudo isso é muito complicado e estressante - principalmente pelo fato de que a nossa protagonista vive mentindo pras pessoas sobre onde está -, mas nada se compara ao problema chamado Jesse. Jesse é uma alma que mora (sim, minha gente, ele mora) no novo quarto de Suzannah, e simplesmente não está a fim de sair dali. A princípio, ela quer se livrar dele, entender qual é o último desejo do sujeito, mas ele parece não ter esse último desejo. Pra completar, Jesse é do tipo que não dá pra ignorar: bonito, moreno, alto, e ainda tem sotaque latino. Sem falar que ele nasceu em um época tão, tão distante.

É evidente que Suzannah, como uma menina estressada e direta, não tem muita paciência com ele. Porque alô-ou, o cara mora no quarto dela e trocar de roupa ali fica meio complicado. Mas depois, com o tempo, a aproximação dos dois se torna uma amizade, e Jesse acaba ajudando-a com alguns casos da paranormalidade. Com o decorrer dos livros, a relação tende para uma coisa meio óbvia, mas eu não vou ficar contando os detalhes, o legal é descobrir sozinho.

O mais divertido dessa série é que você pode ler com um intervalo grande de tempo entre os volumes porque não tem problema algum. A autora sempre volta a explicar o básico. Por exemplo, o livro 1 começa quando Suzannah está se mudando para a Califórnia, onde irá morar com seu novo padrasto e seus novos três meios irmãos (os quais ela apelidou carinhosamente de Soneca, Dunga e Mestre). Se você não lembrar que irmão tem qual apelido, não tem problema. Tudo vai ser novamente explicado rapidamente.

Outra coisa muito legal da história é que Suzannah vai estudar em uma escola com tendências religiosas. Como uma pessoa meio cética e minimamente revolucionária, ela ignora por completo toda e qualquer regra que a instituição estabelece - até porque ela vê gente morta. O que ela não esperava, no entanto, era que o diretor, o Padre Dominic (mais conhecido como padre Dom), também fosse um mediador. E diferente de Suzannah, o padre realmente curte ter esse tal talento - ele acha que é uma dádiva, etc etc.

Mas por que é bom ler?

Meg Cabot
O primeiro ponto é que se trata de uma série escrita pela Meg Cabot. Não sou do tipo que é fã histérica dela, mas eu gosto muito dos livros que ela escreve, principalmente porque todos tem aquela pegada de humor infalível. Suzannah por si só já uma personagem com tendências para o cômico. Primeiro porque ela não tem muita paciência com nada, e é muito sarcástica. Segundo porque toda a situação envolvendo três irmãos meio que dobra esse mau humor. Sua relação com o Padre Dom, seu problema com Jesse, ela faz essas coisas parecerem menos simples do que realmente são..

Outra coisa que é bem legal falar é que é uma série rápida de ler, embora sejam seis livros. Cada um é bem fininho, dá pra terminar em pouco tempo, e geralmente estão focados em um caso único - como aquelas séries de TV tipo Supernatural, onde Dean e Sam resolvem um problema a cada episódio.

Por último, preciso comentar rapidamente que depois que você passa do terceiro, as coisas realmente ficam muito boas. É o tipo de série (rara) que melhora com a progressão da história, o que é ótimo. Não é como aqueles livros em que o autor não consegue superar a novidade do primeiro.

Edições

Atualmente, a série foi toda reeditada em formato vira vira (que tem dois livros em um), e tá num preço super em conta, geralmente custa R$ 20,00. Quando eu comecei a ler, ainda era a edição antiga (se eu não me engano a primeira). Daí depois que comprei o terceiro, eles resolveram mudar as capas e acabei tendo uma série com metade em uma edição e metade em outra. Esteticamente é horrível, mas fazer o quê... Hoje em dia essa nova edição ainda pode ser encontrada, mas eu ainda acho mais válido dar uma chance pro vira vira, que é o formato mais recente e mais barato.


Até! o/

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

5 comentários

  1. Já li todos e é muito legal!

    ResponderExcluir
  2. A série ta por 69,90 no Submarino!

    ResponderExcluir
  3. Oi Igra!

    Já tinha me interessado pela proposta dessa série quando li sobre ela no "Três livros sobre...". Daí, quando fui fazer a compra de livros daquele mês e procurei o nome do livro no Submarino, apareceram essas capas novas e eu achei que fosse outra coisa nada a ver (anta, nem pra reparar que era da Meg Cabot). Acabou que comprei outra coisa e esqueci da Mediadora ): Shame on me.

    Mas a Igra voltou para me lembrar da série \o/ Eba! Bom, já fiz as compras de Natal (por enquanto: As Vantagens de Ser Invisível + A Seleção + A Idade dos Milagres) e não vou poder adquirir os livros por agora, mas assim que der eu compro a série completa. Até que o preço não está ruim... Eu pretendia não começar nenhuma série nova por esses dias (porque parece que só estão lançando trilogias atualmente e já tenho milhares de livros pra comprar que nem foram lançados ainda), mas como você disse que os livros são rápidos de ler, está valendo. Vou conferir assim que puder!

    E Igra, não sei se foi você quem escreveu o PQGDM da Cherri Bomb, mas eu estou ADORANDO o som delas. Não comentei lá porque ando meio sem tempo esses dias, mas estou ouvindo a banda tipo, todo dia. É muito boa mesmo, me lembra um pouco The Veronicas. Mas enfim (Too Many Faces ♥ !!!). É legal como acabo descobrindo várias coisas legais através do blog. Os livros que comprei esse mês, por exemplo, conheci todos por aqui (direta ou indiretamente). Estou super feliz.

    Bom, é isso. Assim que eu ler algum livro dessa série eu digo o que achei :D Espero que isso aconteça em breve, embora eu esteja abarrotado de livros pra ler S:

    Parabéns pelo post, adoro essas indicações \o/
    Enfim, abraços!

    ResponderExcluir
  4. Super indico também! É uma série muito gostosa de ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Eu também indico essa série. Terminei de ler Crepúsculo (o último A Mediadora) semana passada. É uma leitura fácil, nem um pouco cansativa. Li por horas seguidas, li pelo celular e fiquei brava quando a bateria acabou. hahaha. O melhor de tudo é que Meg Cabot falou em seu twitter que haverá um sétimo livro. Bem, essa série vale muito a pena, li em pdf mas vou comprar os livros porque gostei muito.

    Bjs

    ResponderExcluir

Posts Populares

INSTAGRAM