Adam Lambert assexual

Babados e Batdramas da semana (+ música boa)

20.9.15Dana Martins


VAMOS FALAR DA SEMANA?

Já começo dizendo que são 06:12 da manhã, eu to morrendo de fome, acabei de passar mais de uma hora batendo minha meta diária de escrita e decidi reescrever o resumo só porque meu irmão me pediu pra esperar - ele tá no chão pintando uma bandeira. Eu acordei umas 3 vezes diferentes nesse sábado. A última umas 7 da noite. E esse é o estado caleidoscópico(?) que tá minha vida nesse momento. Quando meu irmão vem pra o Rio é bem JESUS TAKE THE WHEEL! porque eu não tenho o menor controle da minha vida.

Ano que vem meu irmão vem morar comigo. Estou aqui rezando pra eu assumir o controle das coisas até lá, porque não tem como eu sobreviver viver 24/7 assim. 

Mas não é isso que eu queria falar.

Eu quero começar indicando esse vídeo do show do OneRepublic no Rock in Rio, que FOI MUITO BOM. Mesmo que eu nem tenha ido. Todo mundo fica perguntando por que eu não vou e a resposta é bem simples: eu não quero. Minha única decepção foi não ter feito um acordo pra usar o dinheiro do ingresso comprando quadrinhos. 

(vídeo foi tirado do ar. pesquise rock in rio 2015 one republic, talvez tenha algo)

Ok, esse show me fez desejar um pouco estar lá. Até eu lembrar de como ontem eu estava bem confortável sentada no meu sofá.

Esse sábado também tinha festa de parente distante pra ir, mas não fui. Às vezes eu sinto como se eu fosse desmanchar só de me imaginar fazendo essas coisas. Eu já tenho pouca energia e vou usar amanhã indo num chá de fralda ou bebê ou qualquer coisa assim de criança que vai nascer. Mas não era isso que eu queria dizer, quero compartilhar que uma das vezes que eu acordei nesse sábado foi para dar um bolinho surpresa de aniversário pra minha avó (foi aniversário dela ontem), só que não tínhamos vela, então eu inventei uma com rolo de papel higiênico e guardanapo. Adorei. O ramo de substitutos improváveis para velas de aniversário me atrai bastante. Teve um aniversário meu que usamos um lápis!

NOTÍCIA BOMBÁSTICA: EU ESTOU LENDO. 



Livros. De verdade! Ok, não de verdade, eu estou lendo ebooks porque num momento sem noção da vida caleidoscópica eu ativei meu mês gratuito do Kindle Unlimited, agora quero ler toda a livraria gratuita antes do mês acabar (vai acontecer? não.). Mas o que importa é que eu ativei para ler de graça Pack of Strays, continuação da trilogia Fangborn que eu li sem querer alguns anos atrás quando lançou o primeiro. De repente deu uma saudade louca de ler arqueologia com lobisomens e pronto. EU ESTOU LENDO! Entrei tanto na leitura que acabei e já fui direto para o terceiro e último. Só não estou lendo agora porque o sono é tão grande que perdi essa capacidade...

Enfim, queria indicar. Lobisomens. Arqueologia. Protagonista mulher. Mitologia. Outras dimensões. Uma autora que se chama Dana também... Fica aqui.

ASSEXUAL VS. NÃO-BINÁRIO


Um causo dessa semana foi que eu saí (sim, de casa. pra encontrar outros seres vivos!) e estava conversando sobre pessoas não-binário e como funciona a descrição de sexualidade de uma pessoa assim. Quer dizer, se você se identifica como não-binário, o que significa quando você diz que é heterossexual? Isso existe? Eu não sei. Se alguém souber por favor me explique!!!

Mas a questão aqui é que no meio da conversa uma pessoa interrompe.

- Não-binário?
- Sim, uma pessoa que não se identifica com nenhum dos gêneros da binária (feminino ou masculino). 
- Ah, assexual!



Foi aquele momento de silêncio. Passou uma onda. Uma montanha. Um maremoto. Ok, espero que não, eu queria ter conseguido explicar direito, mas tenho a impressão de que eu comecei a tropeçar nas palavras sem saber nem por onde começar. E se você também está perdido, não fique. Não é pra sentir vergonha por não saber disso e é por isso que eu to falando aqui.

O choque foi por ser lembrada de que no conhecimento "comum" as pessoas não sabem que gênero é diferente de atração sexual. Identidade de gênero, sabe? Você não erra quando te perguntam isso em um formulário. Coloca lá: feminino ou masculino. Você não fica indignado diante do formulário dizendo MAS EU NÃO SOU MULHER, EU SOU HOMOSSEXUAL!! 

Gênero é diferente de sexualidade

É óbvio? Parece óbvio. Mas 1 segundo depois alguém vira "a Caitlyn Jenner é mulher que sente atração por mulheres, ela é heterossexual"). Gente... não. Não-binário é uma questão de gênero. Assexual é sobre como seu corpo reage às coisas sexualmente. 

Essa definição da comunidade assexual, diz que assexual é a falta de atração sexual por pessoas. 

Não-binário diz respeito às identidades de gênero além de "masculino" ou "feminino". Se você não se identifica com nenhuma das duas, você é não binário. (acabei de descobrir que é mais um termo guarda-chuva do que um gênero distinto em si, já tenho assunto pra o chá de bebê!!!) 

Se você ainda tá confuso, keep calm e acompanhe o CC que as coisas vão começar a fazer sentido. Ou pesquise e me ensine, que eu aceito também.

ASSISTA!

E eu tinha que colocar aqui esse vídeo importante que a Lady Gaga lançou essa semana. Por favor, assista.

aviso: esse vídeo mostra cenas de estupro e pode ser ruim pra algumas pessoas. 

SELINHOS LGBT+

Ok, nessa parte eu falava sobre a censura dos beijos de pessoa de mesmo gênero em séries, até mesmo aquelas que são pró-representatividade, mas aí eu me dei conta de que era do tamanho de um post e tirei daqui. Vai sair ao longo da semana qualquer hora. 


BABADOS E DECISÕES MORAIS XIIIIII

Nessa parte aqui tinha um batdrama completo, aí me avisaram que eu estava sendo babaca e eu tive a opção de me agarrar ao meu orgulho ou ouvir os outros. *respira fundo* Adeus, orgulho.

Mas eu tenho uma nova coisa pra contar. Uma das minhas ~resoluções~ desse ano é que eu queria aceitar que eu to errada. Já viu como às vezes as conversas parecem uma disputa de quem tá certo? Mesmo quando você sabe que tá errado, você não quer estar errado. Quantas vezes você já se pegou dizendo algo como "desculpa, falei merda. obrigada por me ensinar?" - Eu nem sabia como dizer isso. E ainda meio que não sei. Desde que comecei a perceber já me peguei vááárias vezes tendo uma discussão que eu vi que tava falando merda, mas não aceitava que eu simplesmente tava errada. Sempre naquele tom de "eu entendi, eu até falei merda, mas não to errada" - O problema não é nem o que, é o fato de aceitar a derrota.

Derrota é uma palavra ótima, porque faz parecer que conversas são uma competição. Não deveriam ser. Não é uma derrota. É um aprendizado.

Mesmo que tenha sido ruim pra caramba engolir meu orgulho, eu fiz merda e decidi aceitar o conselho de tirar o que eu tinha dito daqui.  

#fim do batdrama

CLUBE DE ESCRITA ESTÁ DE VOLTA


Mentira. Eu escrevendo está de volta. Na verdade, eu nunca parei, eu não sei nem o que voltou, só sei que ALGUMA COISA PARECE QUE VOLTOU. E essa semana eu fiz umas descobertas de escrita muuuito legais. Na verdade, quando tudo estava perdido e nem digitar "oi" no whatsapp parecia algo que eu podia fazer, eu comecei analisar escrita em uns livros e, PRONTO, EU ESTAVA DE VOLTA! 

Queria falar das minhas descobertas aqui, mas é outro assunto muito longo. O que eu vou falar é que eu senti muuuita falta do Clube de Escrita essa semana, de ter acesso a pessoas que escrevem interessadas em aprender mais e discutir, PORQUE EU ESTAVA APRENDENDO COISAS! INTERESSANTES! E não tinha ninguém pra compartilhar!!!

Tenho pensado bastante sobre o que o John Green disse em algum lugar (no TED?) sobre uma comunidade de aprendizado. Aprender coisas e compartilhar com os outros é muito legal. Talvez por isso eu goste de ter um blog. Mas aqui às vezes é solitário. Como eu vou falar com alguém?

Aí achei alguém. TODO AMOR DO MUNDO PRA DUDA QUE TAVA LÁ E SUPER ANIMADA ME AJUDOU E ME MANDOU UM CAPÍTULO DO LIVRO DELA E FOI >>>LINDO<<<. Mas eu não consigo deixar de pensar que pode ter gente querendo e solitária por aí.


Agora acabou. A semana foi muito maior que isso. Desde que eu escrevi até aqui já aconteceu mais coisas, mas... eu to com fome.

Dessa vez a foto da semana é o Adam Lambert maravilhoso. Nunca tinha dado atenção pra ele, mas ooooooooutra coisa ver naquele palco. Não tava nem aí pra Rock in Rio, acabei assistindo o show inteiro. Eu não sabia que podia ser tão bom olhar pra alguém.

Aprecie.






*se retira*

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

10 comentários

  1. Já disse que adoro esses posts da semana? Adoro sim! CONTINUEM!!!

    Mas então, eu queria muito ir ao RiR, mas ao mesmo tempo não querendo porque 1. eu não gosto de festivais, 2. eu tenho medo. Só que né, QotSA e Slipknot, meu Deus, e eu EM CASA TRABALHANDO. Muita dorzinha no coração.

    Eu vi alguns vídeos do Queen (Bohemian Rhapsody!!! We Are the Champions, Love of My Life), mas não tive ânimo de assistir tudo. Achei o Adam Lambert meio... ~exagerado, mas estou tentando aceitar que não devo pensar tão restritamente. É diversão, gente.

    E isso me leva ao "aceitar que estou errada". Acho que até comentei num post do Felipe sobre isso. Quando você abre mão de querer estar certa, de ter que provar a todo custo que esse é o jeito que você vê as coisas, tudo fica melhor. Eu já perdi amizades por querer provar meu ponto de vista e valeu a pena? Nunquinha. Se alguém me chamar de ignorante hoje, o máximo que posso fazer é, "oh, eu devo ser mesmo, mas tentarei melhorar" e bola pra frente.

    Gente, estou amandoooo essas discussões sobre gêneros e sexualidade. Como diria Placebo, "there's too much choice, the possibilities are endless".

    Eu também voltei a ler esse mês e estou tão empolgada! Acho que foi reler Ligeiramente Escandalosos que me deixou super animada. E finalmente li alguns YA LGBT que eu estava namorando há algum tempo. E foram ótimos, incluindo Aristóteles e Dante e One Man Guy.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu não sabia disso!!!! eu fico sempre: o que eu to falando? por que alguém leria isso? (por que você lê isso???)

      eu gosto muito de show/festival, mas to naquela: só se eu gosto muito. já fui pra um monte, já sei como é (a não ser que seja algo novo...). mas se fosse algo que eu gosto (atualmente, acho que só twenty one pilots, pvris, halsey, ellie goulding e taylor swift me faziam sair correndo de casa). eu prefiro shows comuns a festivais, mas cada um é uma experiência, né? :) e tem medo por que? o.o

      Curiosidade: eu achei o Adam super contido! eu assisti só a parte do show que tava na tv quando eu tava na sala HUAHAUHA

      no meu caso, isso de estar errada, é mais instintivo do que algo assim. nunca perdi amizade por isso e conscientemente não to nem aí se to errada, mas diálogos parecem uma competição às vezes o.õ

      Não li nenhum desses 2!!! bom saber que são bons, eu tava na dúvida(?) HAUHAUHA

      obrigada por comentar <3

      Excluir
  2. reforçando o que a Andrea falou: resumo da semana são ótimos! E as discussões de gênero e sexualidade, porque eu não sei praticamente nada de não-binário.

    Clube de escrita!! <3<3 Vai ter post sobre suas descobertas? Fiquei muito curiosa, quero muito saber, eu tô .... numa crise(?), nem sei o que tô em relação a escrever. Fiquei tanto tempo parada desde o começo do ano, domingo escrevi um pouquinho uma coisa aleatória e senti que tava uma porcaria, mas enfim. Quero muito voltar a escrever, parece que tá faltando essa coisa também (que não sei bem o que é, mas tipo um feeling....)

    E eu tô aqui, Dana !!1! é muito estranho não ter com quem falar sobre escrita ou do que você descobriu ou tá escrevendo sei lá... Compartilhar é muito importante é pura conexão <3 então se você sentir que não tem ninguém para compartilhar, ou mesmo se tiver, pode me chamar e falar comigo skhfghdahgh Vou adorar (!!)

    Sobre ler: esse mês eu voltei a ler também, não que eu estivesse parado mas senti uns feelings ótimos com uns YA e foi lindo. Agora eu estou com um livro que não sei bem o que achar, mas tô torcendo para ficar bom ahha Mas acho que assim como com a escrita tá faltando alguma coisa...

    Sobre Adam Lambert: eu já ouvia as músicas dele, mas eu não fazia ideia do show dele com o Queen até a véspera e nem vi nem nada. Tudo que vi foi a foto de capa. E ele tá... deslumbrante? maravilhoso? A primeira coisa que pensei quando vi foi isso, mas ao mesmo tempo ele tem uma beleza diferente para mim (principalmente por causa da segunda foto, a do espelho) é estranho isso. Mas ele e essa coroa tão quebrando tudo mesmo skhfdhdsafa

    O último gif ahadgshgsa

    Sobre o vídeo da Lady Gaga: </3 çç Eu não tô bem, mas ao mesmo tempo ele é muito importante, né? .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também to aprendendo sobre não-binário!!! e obrigada por dizer, eu nunca sei entender os resumos da semana, porque eu falo tanta coisa e fico: por que as pessoas ficam lendo isso????

      Sobre escrita: Você não ficou parada desde o início do ano!!! Você escreveu nesse domingo. :) Eu já escrevo tanta porcaria que eu nem sei mais. Mas... por que você escreve? Uma coisa legal: foda-se escrever. fica imaginando histórias legais na sua cabeça. viva elas. se apaixone pelas histórias. de qualquer forma, você estar aqui e compartilhando isso é uma prova de que você está buscando. isso faz parte da sua busca pela escrita. e você vai chegar a algum lugar! continue a nada

      To pensando nisso de compartilhar e SE PREPARE, PRÓXIMA VEZ VOU ATRÁS DE VOCÊ!!!

      Vou compartilhar um Clube de Escrita, sim, sobre isso. :) se eu não conseguir aqui, pelo menos no outro blog eu coloco.

      quais YA? sinto que to escorregando pra o mundo da não-leitura outra vez. alguém me salva.

      Sobre Adam: SIM!!! (eu nem sabia também, só quando ligou a tv e tava HUAHUAH)

      Não tá bem como? ._.

      Excluir
    2. Porque é uma loucura, mas é legal e tem boas indicações e tal ahhaha

      Adorei isso que você disse (<3) e agora eu não sei exatamente porque eu escrevo, além de porque eu gosto, mesmo que as vezes me renda umas boas crises ahah Acho que tô pensando muito "tenho que escrever"

      Sim!! Vou ficar de olho u.u

      Eu comecei com Para todos os garotos que já amei, que eu gostei bastante, ai li Nada dramática que foi maravilhoso também. Depois o histórico infame de frankie... E ante ontem acabei da Idade dos milagres, que foi indicação do João. E ontem comecei Aristóteles e dante descobrem o segredo do universo. UFA. Mas os dois/três primeiros foram os melhores!

      Esse clipe é muito pesado, e as cenas de abuso (odeio a outra palavra), e depois as mensagens no corpo, os amigos ajudando.... Como que vê isso e fica ok? Não dá... AJSGSDHGA

      Ahhh, você leu A música do silêncio?

      Excluir
    3. Eu acho que talvez s evocê fica se cobrando, mas não faz, talvez a cobrança tenha se transformado só em castigo e isso não é produtivo. Mas continue em frente, leia textos sobre escritas e sonhe com histórias que você gosta. :)

      Ainda não li Aristóteles nem Idade dos Milagres. o segundo eu não tenho vontade de ler, não. No momento to lendo fanfic mesmo ;x

      Eu não fico ok. Eu até fiquei refletindo se não era ruim mostrar isso. É um clipe agressivo. Tipo, tá falando de uma situação merda e novamente nós vemos a situação merda. Isso não naturaliza, de certo modo? E se focar nas pessoas que fazem em vez das que estão sofrendo? TIpo, isso é uma narrativa estranha, porque o principal aqui é as pessoas que sofrem. Mas até que ponto sempre mostrar isso é bom? Eu sinto que tem algo aí que precisa ser revisto. E... é um clipe agressivo mesmo. :(

      Não li A Música do SilÊncio. Porq ue? o.õ

      Excluir
    4. Agora eu parei de me cobrar e tá sendo ótimo :) obrigada de novo!

      Idade dos milagres foi complicadinho pra mim. Aristóteles e dante eu amei <3 (tô numa semana sem leituras e tá estranho AHAH)

      não sei se entendi o que você quis dizer. por que focar nas pessoas que fazem?
      Eu acho ele importante, mesmo sendo tão ruim de ver. Porque é uma formar de debater o assunto, acho que também mostra importância da ajuda. Ontem eu acabei nesse post aqui que eu achei interessante de ler: http://lugardemulher.com.br/ate-que-aconteca-contigo/

      Meu deus, eu esqueci porque perguntei sobre a musica do silêncio kkkkkkkkkk mas acho que é porque você tava falando sobre estar parando de ler, e eu tinha acabado de ver gente elogiando o livro e lembrei que você adora as crônicas do matador do rei (<3). Acho que é isso.

      Excluir
    5. que bom <3 <3 <3

      tipo, focar no estuprador. tipo mostrar quem a pessoa é, talvez que seja a pessoa que se acha gente boa, ou mostrar o quanto ele é errado. em vez focar no quanto a pessoa sofre. não que não deva mostrar, mas eu fico imaginando que deve ser uma merda sofrer e ficar revendo isso em série, filme, clipe.

      Gostei do post também! E não sabia que tinha acontecido com ela. e nunca (que eu saiba. infelizmente, pode ter acontecido) aconteceu algo assim com alguém diretamente perto de mim, mas aconteceu com amigo de quem eu conheço e fiquei sabendo que é assim. a pessoa se sente culpada pelo que fez!!! é tipo o caso da foto da jennifer lawrence que saiu - ELA FEZ UM PEDIDO DE DESCULPAS PÚBLICO PRATICAMENTE. ELA TEVE QUE PEDIR DESCULPA POR DER SOFRIDO UM ABUSO E NINGUÉM DISSE ABSOLUTAMENTE NADA. SUPER NORMAL. Acho que desviei, mas lembrei e quis compartilhar


      aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah. a música do silêncio! do patrick rothfuss! da auri!!! eu nem tinha me ligado que é esse livro. eu tinha vontade de ler, sim!

      Excluir
    6. Entendi seu ponto. Achei interessante.

      Eu também não fazia ideia que tinha acontecido com ela ou que era meio que uma campanha por causa disso em universidades de lá...
      Isso me lembrou de um caso assim numa escola esse ano, e três meninos abusaram da menina e depois ela pediu desculpas pra mãe e aquilo me deixou tão.... nossa quis chorar, porque ela como vitima pedindo desculpas. Enquanto isso os agressores lá, com gente querendo falar que não fez e que não sei o quê.

      Excluir
    7. apenas :(

      por isso vídeos assim e essas discussões são importantes.

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *