CCFilmes CCResenhas

[Resenha] O Vingador do Futuro, remake

30.8.12Dana Martins



Mini-crítica: 
Esse é um filme de ação adaptado em um cenário futurístico de ficção científica que é uma das coisas mais legais de toda a história. "O Vingador do Futuro", título que não faz muito sentido, conta a história de um operário tão cansado da vida que acaba indo na Rekall tentar implantar memória para ter a vida mais feliz. As coisas não saem muito bem e ele precisa se virar com um passado que ele não sabe nem se existe. Muita ação, personagens mais ou menos... Se você não está nem aí para a história, quer se divertir com algo que parece que tem história, com ação e um universo bem legal, vai ver o filme. Ou se estiver em casa procurando aquele filme de ação sem compromisso...

Quer saber mais? Clique abaixo para conferir a resenha completa.

Esse é um filme que eu queria assistir simplesmente porque é o remake de um (outro) filme com mesmo nome. Esse outro foi baseado em um conto do Philip K. Dick - e o Philip K. Dick é um autor que tem me atraído ultimamente (ainda estou na fase da atração, é muito difícil eu me forçar a ler coisa antiga). Eu também sabia que o Colin Farrel estaria lá e terminamos aqui os meus conhecimentos prévios sobre o filme (dessa vez, o novo).

Queria ter assistido o filme original e lido o conto antes, mas o mundo não é tão bonito assim e lá fui eu com o meu amigo assistir "O Vingador do Futuro" na estreia.


"We Can Remember It for You Wholesale"
A história original, aliás, faz parte da coletânea "Realidades Adaptadas: Os Contos de Philip K. Dick", livro da editora Aleph que reúne o conto que deu origem aos dois filmes e outras histórias do escritor adaptadas para o cinema como "Os Agentes do Destino" e "Minority Report".




Foi um filme maneiro, com bastante ação e um cenário MUITO legal (algumas vezes me lembrou ao que eu imaginava de Neuromancer - esse é um antigo que passou da fase de sedução, eu li por acaso). Lembra a um jogo de videogame às vezes. Tem uma princípio de história legal. Mas não me conquistou. Não é um filme ruim (apesar de que eu acho que muita gente não vai gostar), mas também não é aquela coisa maravilhosa. Eu preferia muito mais ter assistido no conforto do lar com uma pipoca e a família do que ter ido até o cinema para isso.

bem, pelo menos é um filme que a vilã é uma mulher e a garota luta também? 

sinopse:
O filme conta a história de um futuro onde aconteceu alguma coisa e só restaram dois lugares habitáveis na Terra: algo como o Reino Unido e a Colônia (que seria a Austrália). Eles criaram uma espécie de túnel que cruza o centro do planeta e você pode ir de um lugar ao outro em 17 minutos, é chamado de "A Queda". Na Colônia vivem todas as pessoas pobres e renegadas, que vão até o outro lado do planeta para servir de mão de obra. Nesse cenário vive Doug Quaid, um operário que tem uns sonhos estranhos e está insatisfeito com a própria vida. É assim que ele vai parar na Rekall, uma empresa que implanta memórias. A partir disso, ele descobre que está acontecendo muito mais do que ele imaginava - ou poderia lembrar - e se vê no meio de uma briga entre o serviço secreto do "Reino Unido do futuro" e a Resistência, um grupo de rebeldes da Colônia.

A trama me chamou muito a atenção, cheguei a pensar até em indicar na nossa resenha mensal do Distrito 13 para os fãs de Jogos Vorazes (tudo isso durante o filme), mas aí a coisa começou a desandar. Vou falar como é o filme para vocês:
Conflito existencial do personagem - corre corre corre - Conflito existencial do personagem - corre corre corre - Conflito existencial do personagem - corre corre corre... 
O conflito não é nem tão aprofundado assim, já que mesmo que as informações apareçam aos poucos, é detalhe bobo e coisa fácil de deduzir. Lá pela metade do filme você já cansou do estilo e só resta ficar esperando o personagem salvar o dia e aproveitar os cenários.
*Tenho que me render a uma cena muito boa no estilo "o que é real?"

Meu amigo achou muito bom, mas depois concordou que perto de vários filmes ele nem é tudo isso. É ação de entretenimento, dá pra assistir.

Olha o Rio aí gente! só que não. É a colônia. E o Colin Farrel circulando sem camisa quase faz o filme valer.

A estrutura me lembrou muito a de jogo de videogame: você caminha por um cenário, enfrenta alguma ação e descobre um pouco para montar o quebra-cabeça. A diferença é que no jogo você pelo menos está se virando para jogar, no filme você fica sentado esperando os caras terminarem de brigar.

Nem o projeto de triângulo amoroso funcionou. A mocinha é apenas uma coisa na história: mulher que gosta dele. Fora isso a personagem não tem nenhuma profundidade. Nem a vilã, que causa a maior confusão por dor de cotovelo. Isso tudo até que é desenvolvido um pouco mais, na crise existencial, mas não é aquele processo de evolução tocante.

Esse é o problema do filme: ele não toca. Parece não ter alma, ser só um bando de ação barata, em um mundo legal de ficção científica com uma história que não é nem tão bem aproveitada. Vou dar um exemplo: Resident Evil. É uma série de filmes com muito problema de continuação e tem menos história do que a sinopse de O Vingador do Futuro, mas faz filmes legais de assistir. Nada contra ação, o problema do filme nem é esse, mas fica meio chato depois de um tempo.

Só agora que eu me dei conta de que a Kate Beckinsale que está no filme é a mulher de Anjos da Noite (o diretor e marido dela, também é o mesmo nos dois). Aliás, esse é outro exemplo de filmes com ação que funcionam. O Vingador do Futuro não chega a isso.

Foi o que eu disse no início: se você não está nem aí para a história, quer se divertir com algo que parece que tem história, com ação e um universo bem legal (eu indicaria o filme só pelos cenários), vai ver o filme. Ou quando estiver em casa procurando aquele filme de ação sem compromisso, é até indicado. 


"O Vingador do Futuro"
- Total Recall (2012)
- Direção: Len Wiseman
- Roteiro: Kurt Wimmer e Mark Bomback
- Atores: Colin Farrell, Kate Beckinsale, Jessica Biel, Bill Nighy...
- Ação / Ficção Científica / Aventura - 14 anos - 121 min. - Trailer
- Nos cinemas brasileiros desde 17 de agosto de 2012
- Baseado no conto de Philip K. Dick

Sobre a nota: 3,5. É um filme mediano que levaria até 3 se não valesse um pouco mais por causa de todo o cenário. Sabe aqueles jogos de videogame ou histórias futuristas que você gostaria de ver como ficaria na "realidade"? Aí está.


Classificação:
(3,5/5 conversinhas)

Veja também:

TAGS: , , , , , , , , , ,

Mostre para o autor o que você achou Recomende:

MAIS CONVERSAS QUE VOCÊ VAI GOSTAR

8 comentários

  1. Oi Dana (:

    Pelo que eu vi no trailer do filme (que consegui assistir umas quatro vezes só no cinema), o cenário é maravilhoso mesmo, e as cenas de ação parecem ÓTIMAS. Eu vibrei na minha linda e confortável poltrona vermelha enquanto o protagonista quebrava tudo -q. Só que, como você disse que a história não é muito profunda, as chances de eu ver o filme no cinema se extinguiram. Não consigo ver filmes assim... como eu já disse em outro comentário (acho), a ação deve ser um complemento do enredo. Não dá pra fazer um filme SÓ de ação e colocar uma historinha superficial de fundo. Não desce... tipo como aconteceu com "Sucker Punch - Mundo Surreal", decepção eterna com a trama desse filme.
    Mas enfim, depois que ele sair em DVD vou assistir. Pelo jeito o visual do filme vale a pena, e deve servir para entretenimento.

    Bom, a resenha ficou ótima, como sempre. Eu já disse que você tem argumentos muito bons? (sério).

    Ah, e eu AMEI a Taylor Swift ali no GetGlues ♥ (precisava comentar isso, eu adoro ela).

    Abraços o/

    ResponderExcluir
  2. Oi Dana!

    Resenha ótima do filme, mas eu não consigo gostar desse estilo de filme. Nossa, estou muito chata ultimamente. Eu não conseguia assistir a primeira versão pq conseguia achar chatinha.

    Para mim, o filme só vale a pena pelo Collin Lindo Farrel.

    Um beijo, gatona!

    Ana Caroline
    Nosso Clube do Livro

    ResponderExcluir
  3. Ois!
    Ainda não li nenhum livro do Philip Dick, mas gostei dos filmes baseados em suas obras. Pelo trailer, essa refilmagem parece ter um visual bem bacana, mas sabe como é... eu gosto do filme original, então tenho medo de me decepcionar. Mas, no fim, sei que a curiosidade vai falar mais alto e vou acabar vendo (tem o Colin Farrel para me animar).
    Aproveitando... Parabéns para toda a equipe do blog pelo aniversário!
    Só hoje postei Meu TOP 5, viu?
    bjo a todos

    ResponderExcluir
  4. Tava tão animado para assistir o filme, mas depois de uma crítica dele no Omelete, fiquei com uma perna atrás. Não assisti o original e nem li o conto de onde a história se origina, mas sua resenha me deixou confiante... posso assistir, mas sem expectativas, só pelo cenário mesmo, para curtir um filme sem muito compromisso. A premissa é boa, mas me disseram que o remake, diante do filme original, foi bem baixo. Ótima crítica.

    Abraços, Joshua
    pensamentosdojoshua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Heey, Dana!

    ~Vou começar dando parabéns ao blog que hoje faz um ano! *.*

    Agora vamos comentar! Eu essa semana fui no cinema pra assistir -esse filme, só que meu pai super-pontual acabou se atrasando e eu tive que ver Outback - Uma Galera Animal. Foi super divertido, só que não.
    Bom, gostaria de dizer que agora me arrependo bem menos de não ter assistido... HAUHUAU! Tenho certeza que vou tirar um dia pra alugar esse filme na blockbuster daqui a uns meses, só mesmo para apreciar os cenários, porque considerando a resenha, parece não ser tão bom quanto eu achava...! :((
    Eu pensava que seria tipo um filme futurista com uma história bastante impactante e fizesse você pedir por mais!! (isso se chama expectativa, e não é muito bacana em certas horas) Mas após ler essa resenha deu muito mais vontade de tirar um dia inteiro pra jogar Resident Evil do que duas horas pra ver o filme!! XD

    HAHAHAAH!! Abraços!

    ResponderExcluir
  6. *Parabéns! Parabéns! (*fazendo dancinha*)* Parabéns seus lindo, pelo anivers do blog! ÊÊÊ! :D*

    Então! Eu vi o antigão, assistia sempre porque passava naquelas "Sessão Tosquice" do SBT. Eu adorava ver porque era muita bizarrice junta, o cara em Marte, com mulher de três peitos, e anão que sai da barriga de um outro, e gente que cai não sei aonde e começa a ficar com a cara inchada... Achava maior legal! (serião)... Quando saiu notícia desse remake, eu nem liguei uma coisa à outra... ._. Só fiquei sabendo que esse filme era o remake do que eu tanto gostava de ver esses dias! XD

    Vi que fizeram umas mudanças na história... Mas acho que assistiria esse filme, mesmo ele não sendo tão profundo, pelo entretenimento mesmo. :) Gosto de cenários bonitões, ainda mais em filme futurista. *-* Nem tenho como comparar esse com o antigo, pq vi faz muuuito tempo, precisaria rever... Mas na minha cabeça, as personagens femininas eram bem fortes... ._. Mas sempre tem a Lei dos 15 anos pra contradizer tudo, né, hehe! E Colin Farrel sempre anima, né? XD

    Fiquei com vontade de ler o livro deste autor que você citou, parece ser bacana! Vou ver se procuro mais coisas dele. :) Nunca li Neuromancer... um amigo meu leu e gostou muito! Taí outro livro que preciso ler tbm...

    bjão!

    ResponderExcluir
  7. Esse filme é legalzinho o cenário , alguns personagem e a trama do filme lembra muito um game chamado Remember Me

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu queria jogar Remember Me, porque gostei da sinopse xD

      Excluir

Posts Populares

INSTAGRAM


Instagram

FALE COM A GENTE!

Nome

E-mail *

Mensagem *